Cunhado de jovem assassinada em Saltinho morre em hospital

Cunhado de jovem assassinada em Saltinho morre em hospital

Homem de 26 anos levou tiro na cabeça e morreu na madrugada de sexta.

O cunhado da garota de 20 anos assassinada em Saltinho, no Oeste catarinense, morreu no hospital por volta das 5h desta sexta-feira (2). Ele estava internado no Hospital Regional, em São Miguel do Oeste, e sofreu traumatismo craniano por um tiro na cabeça, segundo o Instituto Médico legal (IML).

Vanderlei Kogh, de 26 anos, foi encontrado em estado grave dentro da casa onde morava na manhã de quinta-feira (2). Ele estava deitado na cama, sem roupa e ferido com um tiro na cabeça. No local, a cunhada Silvane Bortoli, de 20 anos, foi encontrada morta com uma pancada na cabeça e a irmã dela, mulher de Kogh, estava ferida com um corte na cabeça e apresentava sinais de envenenamento. Ela entrou em coma quando era conduzida ao hospital.

De acordo com a Polícia Militar, as três pessoas foram encontradas por volta das 8h desta quinta pelo irmão das mulheres. Quando os policiais chegaram ao local, a jovem morta e a irmã dela estavam na sala. Uma arma foi encontrada em cima de uma escrivaninha. A irmã e esposa das vítimas, de 22 anos, continua internada no hospital.

O crime aconteceu na localidade Linha Nova e está sendo investigado pela Polícia Civil. Há diferentes linhas de investigação, entre elas, a possibilidade de que uma quarta pessoa tenha cometido os crimes, já que a porta da casa estava aberta. Também não é descartada a hipótese de crime passional, com homicídio seguido de tentativa de suicídio.

Os investigadores aguardam a conclusão dos velórios para começar a ouvir depoimentos dos familiares das vítimas. A previsão é de que as primeiras pessoas comecem a ser ouvidas neste sábado (4).

Fonte: G1