Curso terceira idade em ação abre inscrições na UFPI

O pré-requisito para a inscrição é possuir mais de 55 anos, sendo que cada curso tem o valor de R$ 15

O curso de extensão terceira idade em ação, oferecido pela Universidade Federal do Piauí (UFPI), é um marco no processo de socialização do idoso na comunidade, abrangendo ações em diversas áreas possibilita uma integração ímpar e direciona para mudanças de comportamento imprescindíveis para o crescimento no âmbito das relações e do convívio. As dificuldades impostas neste período da vida são inúmeras e muitos idosos que se aventuram a continuar na academia sentem-se deslocados, muitos, inclusive, acabam desistindo do sonho de concluir esta etapa; pensando nisso a coordenação do Programa Terceira Idade em Ação (PTI) age para melhorar a forma de ver o mundo das pessoas que estão nesta faixa etária, e dá uma chance de reinserção, em um universo onde a maioria sequer chegou aos 30 anos de idade.

O pré-requisito para a inscrição é possuir mais de 55 anos, sendo que cada curso tem o valor de R$ 15, com a especificidade de que o aluno compareça a dois, pelo menos, em cada semestre. As matrículas devem ser realizadas no período de 04 a 08 de agosto, das 8h30 às 12h, na sala 358 do Centro de Ciências Humanas e Letras (CCHL/UFPI), Campus Ministro Petrônio Portella. A expectativa da organização é que haja uma boa procura, já que é notório o crescimento no interesse pelo conhecimento desse grupo.

A ação está integrada à Pró-Reitoria de Extensão (PREX), que dedica um núcleo exclusivo para a terceira idade, sendo que o grande objetivo é buscar estratégias que orientem para o avanço do conhecimento no campo da gerontologia. As atividades temáticas também visam a promoção da saúde, do lazer e da sociabilidade do idoso. O eixo básico do programa é a educação como alternativa na construção de uma nova cultura para o envelhecimento saudável e participativo na sociedade.

O Núcleo de Pesquisa e Extensão Universitária para a Terceira Idade (NUPEUTI) já atua há 14 anos, sempre participando e atuando em torno de iniciativas desenvolvidas por instituições governamentais e não-governamentais, que lutem pelo bem-estar do idoso.

Fonte: Francy Teixeira