Daniel Oliveira se reúne com diretores de presídios e define ações

Oliveira tomou ciência das reivindicações e se comprometeu a atuar no desenvolvimento dos presídios do Estado.

Com a violência nas unidades prisionais piaui-enses, reverberada com a morte de um detento na Penitenciária Irmão Guido no início da semana, a gestão de Daniel Oliveira à frente da Secretaria de Justiça já começa carregada por desafios na área. Neste sentido, para tratar de medidas em torno da melhoria no sistema, o chefe da pasta esteve reunido ontem com os diretores desses ambientes, também com o intuito de ouvi-los, identificando as principais necessidades.

Oliveira tomou ciência das reivindicações e se comprometeu a atuar no desenvolvimento dos presídios do Estado.

Dentre as primeiras ações adotadas pela Secretaria, desponta a criação do manual de procedimentos. “Vamos priorizar as medidas de humanização do sistema, em especial no que diz respeito a resolver a falta de medicação aos cidadãos apenados”, comentou o secretário.

Em visita a Brasília, o governador Wellington Dias também estaria ciente da situação e, dessa forma, já age em prol da captação de recursos para a Segurança do Piauí. “A aquisição de novos equipamentos de segurança para as unidades prisionais do Estado estão entre as solicitações levadas pelo governador Wellington Dias ao Ministério da Justiça, José Eduardo Cardozo, em Brasília”, explicou Daniel Oliveira.

Diretora de Inteligência e Proteção Externa da Sejus, a tenente-coronel Júlia Beatriz, constatou a relevância da reunião, de modo que possa ser concretizado um real diagnóstico da situação prisional. “Assim, podemos conhecer a realidade e começar a atuar com base nesse diagnóstico”, afirmou.

CLIQUE AQUI E CURTA O PORTAL MEIO NORTE NO FACEBOOK

Fonte: Francy Teixeira