Decretada a prisão do acusado de matar advogado em Barras

Acusado será transferido para o Presídio de Esperantina

Nesta terça-feira (14), o juiz Thiago Coutinho de Oliveira, titular da Vara Única da Comarca de Barras, decretou a prisão preventiva de Francisco de Sousa Rosa, acusado de assassinar o advogado Kelson Dias Feitosa na manhã de ontem na cidade de Barras.

A prisão foi pedida pelo delegado da cidade, Dennis Sampaio, que ressaltou a forma dolosa e premeditada do crime no pedido de prisão. 

Na decisão, o juiz Thiago destacou que a gravidade do crime foi acentuada de forma pelo fato de ele ter sido cometido contra um  advogado no exercício da profissão. O magistrado  determinou que o preso seja transferido para a Penitenciária de Esperantina/PI.

Reunião

O presidente da Comissão Nacional de Defesa das Prerrogativas do Advogado, Jarbas Vasconcelos, se reunirá, na tarde desta terça-feira (14) com o Secretário de Segurança Fábio Abreu e o Delegado Geral Riedel Batista para tratar sobre o assassinato do advogado Kelson Feitosa, ocorrido nessa segunda na cidade de Barras-PI.

Crime

Na manhã de segunda-feira (13), o acusado invadiu o escritório do advogado, localizado na cidade de Barras, e o assassinou a tiros. De acordo com informações de familiares, a vítima foi morta porque estava defendendo na Justiça uma causa contra Francisco de Sousa Rosa, movida por um tio do acusado. 


Advogado foi assassinado em seu escritório (Crédito: Reprodução)
Advogado foi assassinado em seu escritório (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte