Defesa diz que Carol Dieckmann elogiou "trabalho" da polícia

Defesa diz que Carol Dieckmann elogiou "trabalho" da polícia

Atriz ficou mais tranquila com a identificação rápida dos suspeitos.

A atriz Carolina Dieckmann ficou muito satisfeita com a identificação rápida dos suspeitos de terem roubado e divulgado suas fotos na internet, afirmou o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, na manhã desta segunda-feira (14). A polícia encontrou quatro suspeitos de terem roubado fotos íntimas do computador da atriz em março e depois as terem divulgado na internet, em 7 de maio, após tentativa de extorsão.

De acordo com ele, a atriz elogiou a atuação e a seriedade do trabalho da polícia. ?Ela estava tocando a vida dela, mas sempre preocupada com o processo. Agora, sem dúvida ela está mais tranqüila. Fazer um enfrentamento desse e chegar aos responsáveis em uma semana é motivo de grande tranquilidade?, destacou Kakay.

A primeira questão importante do caso, segundo ele, foi resolvida, que era a identificação dos suspeitos. Chegar à autoria desse crime, segundo Kakay, era o principal objetivo de Dieckmann. ?Os próprios hackers gozavam da situação. Eles tinham certeza da impunidade?, ressaltou Kakay, referindo ao trecho da conversa entre o grupo, que foi interceptada pela polícia.

?O trem ficou sério, hein? Em uns dias ?tá? a PF (Polícia Federal) interrogando a gente. Hehehe?, riu o rapaz não identificado, que parecida duvidar que seria pego. ?Vai dar nada, não?, disse um dos suspeitos em um bate-papo na internet.

Formação de quadrilha

De acordo com Kakay, além dos três crimes pelos quais o grupo já deve responder, eles também deveriam ser indiciados por formação de quadrilha. ?Além da extorsão, difamação e furto, a partir de ontem ficou caracterizado a formação de quadrilha. A partir do momento que eles se juntam para cometer diferentes crimes, também estão inseridos em formação de quadrilha?, afirmou o advogado.

Um dos suspeitos, de acordo com Kakay, ainda poderia ter sido preso em flagrante, quando admitiu ter formatado o computador um dia antes da chegada da polícia a sua casa. ?Chegaram na casa do Diego e ele tinha acabado de formatar o computador. Aquilo ali era motivo até para prisão em flagrante, pois estava interferindo na prova, estava destruindo a prova?.

O advogado da atriz também fez questão de elogiar o trabalho da polícia e vem ao Rio nesta segunda-feira (14) para conversar com Dieckmann e aproveitar para agradecer pessoalmente o trabalho do delegado. ?O trabalho do doutor Gilson Perdigão foi muito bem feito. Ontem (13), até conversei com a doutora Marta Rocha e também a cumprimentei pelo trabalho da equipe dela?, concluiu Kakay.

Fonte: G1