Demagogia e populismo sepultam ampliação do aeroporto de Teresina

Demagogia e populismo sepultam ampliação do aeroporto de Teresina

Segundo a coluna Frente Ampla, do Jornal Meio Norte, a Infraero está retirando o dinheiro destinado a reforma do terminal.

No ano passado, a coluna Frente Ampla, assinada por Claúdio Barros do Jornal Meio Norte, noticiou o risco de Teresina perder dinheiro ou mesmo ficar sem uma infraestrutura aeroportuária digna, em razão do populismo e da demagogia. Não deu outra. A Infraero está deslocando dinheiro previsto para a ampliação do aeroporto senador Petrônio Portella. São R$ 39 milhões que alçaram voo para longe daqui.

Em 4 de abril, o signatário disse que duas pragas políticas, a demagogia e o populismo, alegremente criavam problemas para a ampliação do aeroporto senador Petrônio Portella, em Teresina.

Finalmente, em 4 de dezembro, com o título ?Vai-se consolidando a vitória do populismo sobre a racionalidade?, Frente Ampla declarava que caminhávamos celeremente para esse abismo: o dinheiro para ampliação do aeroporto senador Petrônio Portella poderia ser abocanhado por outras cidades, sobretudo aquelas que vão sediar jogos da Copa do Mundo.

Na semana que terminou ontem, a Infraero deu início a um processo que certamente não vai terminar bem para Teresina: os R$ 39 milhões previstos para a desapropriação de imóveis foram levados de volta à conta da estatal, ou seja, se não tem grana para indenizar moradores, os R$ 181 milhões para outras obras estão sob risco de nunca aterrissarem na capital piauiense.

Fonte: Cláudio Barros