Dengue mata mais idosos em 2013, diz dados em Teresina

Desde o início do ano já foram registradas 132 mortes de pessoas com mais de 60 anos vítimas da dengue

Com a chegada do período chuvoso e o aumento nos casos de dengue, pessoas com idade superior a 60 anos merecem atenção redobrada, já que a doença leva mais idosos a óbito que qualquer outra faixa etária. Apenas nos três primeiros meses deste ano, 132 idosos morreram em todo o Brasil. A situação é preocupante e merece atenção redobrada.


Dengue mata mais idosos em 2013, revela dados em Teresina

Idosos são mais vulneráveis a sofrer com a doença, pois a idade avançada diminui naturalmente a resistência do corpo humano. A imunidade diminui e se não tiver os devidos cuidados, a situação pode ficar complicada?, enfatiza o medico Jusmar Carvalho. Crianças e idosos são mais vulneráveis à doença, já que a resistência do organismo é menor nestes dois grupos.

Nos idosos, além da menor resistência e fragilidade natural do organismo, o contato reincidente com a doença pode resultar em dengue severa ou hemorrágica ? mais grave que a dengue comum. Por causa disso, os idosos correm risco 12 vezes maior que adultos.

A aposentada Raimunda Rosa da Cruz tem 68 anos e já contraiu dengue duas vezes. Ela não procurou ajuda medica porque confundiu os sintomas com uma gripe normal.

Três dias depois, se sentiu ainda pior e teve de recorrer ao medico. Era dengue. ?Passei uma semana internada, depois de dores no corpo, vomito e cansaço nas pernas. Mesmo depois de curada, até hoje sinto dores no corpo inteiro?, conta.

Como os sintomas da dengue são mais nítidos e severo nos idosos, é essencial que eles procurem ajuda médica assim que os primeiros sintomas aparecerem, pois assim podem sofrer menos e se curar mais rápido da enfermidade.

Caso sintomas semelhantes apareçam, o medico Jusmar Carvalho recomenda ingerir bastante líquido, se alimentar bem, se medicar com paretamol em caso de febre ou vômito e procurar auxílio médico na primeira oportunidade.

Fonte: Olegário Borges