Detenta ateia fogo em cela e cinco sofrem queimaduras em 80% do corpo no Piauí

Detenta ateia fogo em cela e cinco sofrem queimaduras em 80% do corpo no Piauí

. Uma delas, inclusive, em estado grave e com aproximadamente 80% do seu corpo com queimaduras

Nesta terça-feira (08), agentes do sistema carcerário da Penitenciária Mista de Parnaíba Juiz Fontes Ibiapina acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para socorrer cinco detentas que apresentavam graves queimaduras após uma mulher atear fogo em uma cela da ala feminina do presídio. Uma delas, inclusive, em estado grave e com aproximadamente 80% do seu corpo com queimaduras.

A detenta que ateou fogo na cela, toma remédio antidepressivo. A mesma possui prescrição médica para tomar a medicação no período noturno. No entanto, segundo os agentes do presídio, a mulher pediu para ingerir o citado remédio na manhã desta terça-feira, fato não atendido pelos funcionários da penitenciária, haja vista que os mesmos foram orientados para dar o antidepressivo somente no horário marcado: à noite.

Por este motivo (de não ter recebido o seu remédio) a detenta resolveu organizar a cela para em seguida atear fogo. Primeiro ela colocou o maior número de roupas nas grades da cela e depois ateou fogo. De imediato as chamas se alastraram por toda a cela, chegando a queimar um colchão. Com isso, as mulheres que estavam dentro do compartimento começaram a gritar pedindo socorro. Foi neste momento que um Policial Militar que estava na Penitenciária no momento do ocorrido, juntamente com os agentes do presídio, conseguiram controlar o fogo utilizando extintores de incêndio.

Inicialmente uma unidade básica do SAMU esteve na Penitenciária Mista de Parnaíba, localizada no Bairro Nova Parnaíba, para socorrer as detentas, porém pediu apoio da unidade avançada para encaminhar as vítimas para o Pronto Socorro do Hospital Estadual Dirceu Arcoverde ? HEDA. As mulheres sofreram graves queimaduras de 2º e 3º grau.

Primeiro a detenta Isabel Batista da Silva, de 19 anos, deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva ? UTI do HEDA. A mesma é considerada a de quadro clínico mais grave. Em seguida uma outra mulher, identificada por Tatiane Alves dos Santos, também foi encaminhada para a UTI. Ambas teriam que aguardar para serem levadas à capital Teresina, onde os recursos para o tratamento de queimaduras desse tipo são maiores.

Logo após uma equipe do 2º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Parnaíba, composta pelo Subtenente Odair, pelo Sargento Costa e Soldado Escórcio, foram chamados para retirar um anel que estava no dedo de Isabel. De acordo com os Bombeiros, o objeto teve que ser serrado do dedo da detenta que se encontrava na UTI

De acordo com informações repassadas pelo Delegado Eduardo Ferreira, diretor do presídio, das cinco detentas, duas são de Picos. A dupla está em Parnaíba somente há três dias e teriam sido recambiadas da cidade modelo do Sul do Estado, devido a problemas de comportamento.

Detentas que estavam na cela no momento do incêndio:

- Andréa de Melo Plácido (que responde pela prática do crime de roubo na Comarca de Picos);

- Tatiana Alves dos Santos (respondendo pelo crime de roubo na Comarca de Picos);

- Maria do Socorro de Souza Lima (responde por tráfico de drogas pela Comarca Única de Luzilândia);

- Isabel Batista da Silva (presa por furto em Buriti dos Lopes no último sábado (05/07);

- Maria Meriane de Sousa Silva (presa também por furto em Buriti dos Lopes no último sábado).


Detenta ateia fogo em cela e cinco sofrem queimaduras em Parnaíba

Detenta ateia fogo em cela e cinco sofrem queimaduras em Parnaíba

Detenta ateia fogo em cela e cinco sofrem queimaduras em Parnaíba

Detenta ateia fogo em cela e cinco sofrem queimaduras em Parnaíba

Fonte: Portal F5