Devotos já percorreram mais da metade da procissão do Círio de Nazaré

Expectativa é que dois milhões de fiéis participem do evento

As ruas de Belém (PA) estão tomadas por fiéis que celebram o Círio de Nazaré neste domingo (11). Os devotos já percorreram mais de 50% do percurso, de 3,5 km. Os organizadores querem evitar atrasos muito grandes. No ano 2000, por exemplo, o Círio terminou às 16h, após nove horas de romaria, a mais longa da história da festividade. Dois milhões de fiéis devem participar das celebrações.

Um dos ícones mais importantes do Círio de Nazaré é a corda dos promesseiros, que conduz a Berlinda que abriga a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré nas duas procissões, da Trasladação e do Círio. Em cada procissão, segundo estimativas da organização da festa, 7.500 pessoas colocam mão sobre mão em devoção à santa, nos 400 metros de comprimento de corda.

A Berlinda percorre um trajeto de 3,5 km até a Basílica Santuário. Na manhã deste domingo, muitas pessoas disputam um espaço para conseguir carregar a corda. Homens das Forças Armadas, Marinha, Exército e os guardas da santa, os chamados guardas de Nossa Senhora de Nazaré, de camisa branca, se concentram em organizar os devotos e controlar o acesso nas ruas transversais.

O dia para os devotos começou bem antes das 6h da manhã. Milhares deles já disputavam um espaço perto da Catedral Metropolitana, de onde saiu a grande procissão. A celebração foi presidida pelo arcebispo emérito de Belém, dom Vicente Zico, e o ex-arcebispo de Belém e atual arcebispo do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta.

Fonte: g1, www.g1.com.br