Dono de pizzaria tentou intermediar venda de prova do Enem

A oferta de compra da prova roubada também foi feita ao portal de notícias R7.

O proprietário da Donna Pizzaria & Restaurante, Luciano Rodrigues, entrou em contato telefônico com a Redação da Folha, apresentando homens que dizia estarem de posse de um caderno de questões do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a quatro dias da prova.

Os repórteres Laura Capriglione e Marcos Grinspum Ferraz revelam na Folha desta sexta-feira (íntegra da reportagem está disponível a assinantes do UOL e do jornal) como foi a conversa entre a Redação do jornal e o homem que tentou intermediar a venda da prova do Enem. Um dos homens citado pelo dono da pizzaria chegou a entrar em contato com a Redação por volta das 23h40 do mesmo dia, marcando um encontro com a reportagem, mas não apareceu.

O jornal "O Estado de S. Paulo", que divulgou primeiro a notícia sobre o vazamento da prova, informou que os homens pediram R$ 500 mil pelo material. Em reportagem publicada ontem, o jornal disse que não pagou pelo exame.

A oferta de compra da prova roubada também foi feita ao portal de notícias R7. Em reportagem, o portal diz ter sido procurado por um homem que mostrou um caderno com as questões do Enem que supostamente constariam da prova de domingo.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br