DPVAT paga 4 indenizações por minuto por acidente no PI

De acordo com os registros do seguro por Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT)

Nos meses de janeiro, fevereiro e março, houve um aumento no pagamento das indenizações por acidentes de trânsito, o que significa que o número de acidentes também vem crescendo. A quantidade de vítimas que se acidentaram conduzindo motocicletas é bastante elevada.

Homens na faixa etária de 26 anos foram os que mais sofreram acidentes de trânsito nos primeiros três meses deste ano, só eles representaram 40% das vítimas.

Os dados são da Seguradora responsável pelo pagamento do Seguro DPVAT e foram divulgados na terça-feira (21).

Segundo as informações, o número de pagamentos aumentou 28% em relação ao mesmo período do ano passado.

Só os homens representam 77% das vítimas. Os casos de invalidez permanente foram maioria e registraram um percentual de 69%.

Além disso, sete entre dez indenizações foram destinadas a motociclistas, visto que hoje são mais de 15 milhões desse tipo de transporte rodando em todo país.

Em Teresina, por exemplo, a maioria dos acidentes com vítimas envolve motocicletas. ?Temos uma média de 300 acidentes com vítimas por mês. Todos eles envolvendo motocicletas?, comenta Major Lucena, comandante da Companhia Independente de Policiamento de Trânsito (Ciptran).

?As pessoas só pensam em si, não respeitam e acham que nunca serão vítimas de acidentes. Não é à toa que a toda hora, em todo lugar, encontramos acidentes?, coloca o condutor de motocicleta, Anderson Carvalho.

Depois do Nordeste, Sul e Sudeste foram as regiões que concentraram o maior número de indenizações. De acordo com o balanço do DPVAT, a maioria dos acidentes acontece quando está anoitecendo, entre 17h e 20h.

É justamente quando a visibilidade começa a diminuir. Somente nos três primeiros meses deste ano, foram pagas por dia 1,9 mil indenizações por ferimentos ou mortes no trânsito em todo país, uma média de quatro benefícios por minuto.

O DPVAT foi criado há quase 40 anos para indenizar vítimas de acidentes de trânsito. É um seguro obrigatório, pago automaticamente quando é feito o licenciamento anual do veículo. Para fazer o pedido de indenização não é necessário usar intermediários.

O procedimento é simples e gratuito. O próprio segurado pode reunir a documentação e entregá-la em um dos postos de atendimento. O pagamento é feito em 30 dias em crédito em conta ou poupança bancária.

Fonte: Aline Damasceno