Eclipse total da Lua poderá ser observado a olho nu nesta terça

Eclipse total da Lua poderá ser observado a olho nu nesta terça

O evento será mais facilmente identificável nas américas do Sul e do Norte

Abril está sendo um mês agitado para os astrônomos. Uma semana após o alinhamento entre Marte, Terra e Sol ? fenômeno conhecido como "oposição" ?, um eclipe lunar total na madrugada entre desta segunda para terça-feira deve ser observado em diversas regiões do mundo.

O evento será mais facilmente identificável nas américas do Sul e do Norte, mas poderá também ser acompanhado no Pacífico ocidental e em partes da Europa e da África. No Brasil, o eclipse deve ocorrer entre 4h45min e 5h25min, mas desde as 3h já será possível observar alterações na tonalidade de nosso satélite.

Qualquer pessoa poderá observar o eclipse a olho nu, embora na primeira hora o fenônemo seja de difícil visualização porque a Lua estará na "penumbra" (parte clara da sombra) da Terra. Os próximos eclipses totais que poderão ser observados no Brasil ocorrerão em 27 de setembro de 2015 e em 27 de julho de 2018.

Tom avermelhado

Ao contrário do que a palavra "eclipse" sugere, o evento deve render um tom avermelhado à Lua, levando ao apelido de Lua Sangrenta. Isso acontece por causa do reflexo dos raios solares na atmosfera terrestre, causado pelo alinhamento com a Terra e o Sol.

Este avermelhamento pode mudar de acordo com as condições atmosféricas da região de observação, e por isso é praticamente impossível prever como o eclipse será ao espectador comum. O vídeo abaixo, divulgado pela Nasa, mostra como o fenômeno seria observado da Lua:

Fonte: ANoticia