Após Dia das Mães e Natal, Dia da Mulher faz com que floriculturas tenham bons lucros

Após Dia das Mães e Natal, Dia da Mulher faz com que floriculturas tenham bons lucros

Segundo empresários do setor, a celebração da data está competindo de igual para igual com o Dia dos Namorados. Nesse dia, 70% dos clientes são pessoas físicas e 30% são empresas que compram flores

O Dia da Mulher é a terceira data mais importante para as floriculturas, perdendo apenas para o Dia das Mães e o Natal. Segundo empresários do setor, a celebração da data está competindo de igual para igual com o Dia dos Namorados. Nesse dia, 70% dos clientes são pessoas físicas e 30% são empresas que compram flores para funcionários, clientes e parceiros.

Na manhã de sexta-feira (06), em decorrência da data, as floriculturas tiveram um dia bem movimentado e de boas vendas, mesmo antes do dia dedicado as mulheres.

De acordo com Alcênia Ribeiro, proprietária de uma floricultura de Teresina, desde cedo, o fluxo de pessoas nas lojas começou a ficar mais intenso, visto que muitos estabelecimentos que comemoram a data, não funcionarão no domingo (08) e, por isso, se anteciparam.

“Estamos com movimentação boa hoje, mas as vendas devem se intensificar no domingo e ainda depois da data, porque as pessoas costumam continuar homenageando”, destaca Alcênia ao acrescenta que, no domingo, a floricultura vai funcionar 24 horas.

O comércio em geral se anima com a possibilidade de incrementar o movimento e os lucros no mês de março. Mas as floriculturas são as que mais lucram com a data, já que a procura maior são por flores.

A tradicional rosa vermelha ainda é a mais procurada, mas as coloridas também têm boa saída. “Rosas é algo eterno, as pessoas gostam de dar e receber”, comenta Alcênia.

Devido ao crescimento nas vendas, as empresas se antecipam e reforçam o estoque e se preparam para o grande movimento. A empresária Alcênia conta ainda que muitas repartições fazem um grande número de encomendas, já têm outras pessoas que preferem entregar pessoalmente.

“É um público grande e por isso é necessário um grande preparo”, comenta a empresária ao frisar que a expectativa para data está boa, por isso contratou mais 12 funcionários para atender os clientes.

 

Fonte: Aline Damasceno