Arrecadação de impostos soma R$ 72 bilhões

No acumulado do ano, a arrecadação somou R$ 633,808 bilhões

A arrecadação de impostos e contribuições somou R$ 72,090 bilhões em novembro, informou nesta terça-feira (22) a Receita Federal do Brasil. Foi o melhor resultado mensal deste ano, de acordo com o órgão.

O montante inclui os impostos e outros recolhimentos federais, entre eles os feitos pelo Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Na comparação com outubro deste ano (R$ 69,042 bilhões, com ajuste pelo IPCA), foi verificada alta real de 4,41%. No comparativo com novembro de 2008 (R$ 57,037 bilhões, corrigidos), o acréscimo foi de 26,39% em termos reais.

Porém, no acumulado do ano, a arrecadação somou R$ 633,808 bilhões, 3,99% abaixo dos R$ 660,120 bilhões recolhidos no mesmo período de 2008. No ano, os impostos e contribuições administrados pela Receita Federal somaram R$ 601,520 bilhões, uma queda real de 3,68% em relação a igual período de 2008.

As demais receitas, taxas, contribuições controladas por outros órgãos somam, no ano, R$ 22,9 bilhões, uma queda real de 11,38% em comparação ao mesmo período de 2008. No ano, os depósitos judiciais que contribuíram para a arrecadação federal somam R$ 8,9 bilhões.

Além disso, os pagamentos relativos ao parcelamento de débitos instituídos pela Lei 11.941/09, o chamado Refis da crise, somam R$ 4,1 bilhões no ano. Em novembro, a diferença dos depósitos judiciais em relação a novembro de 2008 soma R$ 2,1 bilhões.

Fonte: g1, www.g1.com.br