Aumenta procura por peru e carnes finas no período natalino em Teresina

O peru também está presente na maioria dos países ocidentais

Ave robusta e muito saborosa, o peru já se tornou uma peça comum na ceia de Natal dos brasileiros. Antigamente, essa ave não era facilmente encontrada no Brasil, por isso o seu preço era muito alto. Muitas pessoas passaram então a investir na criação do peru em escala cada vez maior, o que reduziu o custo da ave e popularizou o consumo do peru.

Hoje além de ser um prato tipicamente brasileiro, no Natal ele também está presente na maioria dos países ocidentais como uma das principais iguarias das ceias de final de ano. No Brasil, o preparo do prato é feito com farofa, frutas e castanhas e substitui a galinha recheada, o leitão e o pernil. Por se tornar um prato de época, tem sua procura e preços a-crescidos na época natalina.

Segundo José da Silva, responsável pelo setor de frios de um supermercado de Teresina, o preço do peru não aumentou muito em relação ao ano passado, mas a procura tem superado as expectativas. ?A saí-

da tem sido muito boa neste final de ano, principalmente porque a cada dia estamos com ofertas dife- renciadas?, explica.

O preço do peru congelado varia de acordo com amarca e o tipo de ave, ficando em torno de R$ 4,88 e R$ 8,95 o quilo. A procura também é intensa por carnes finas e frango neste período. ?Além do peru, uma outra carne que é bastante procurada são as carnes finas, como o tender, e as aves em geral, como o chester e o frango especial?, explica.

Apesar da grande procura, os supermercados garantem o abastecimento das aves congeladas. Já para

quem prefere comprar a ave viva, é bom correr, pois em muitos lugares o animal pode faltar. Segundo Ricardo Santos, comerciante do Mercado de Pequenos Animais de Teresina, a saída tem sido

muito grande e pode faltar até o dia 25.

?O preço do peru vivo fica em torno de R$ 80,00 e R$ 100,00, dependendo do peso do animal. Temos vendido em torno de 5 a 10 aves por dia, então quem quiser é bom vir buscar logo, porque pode faltar peru?, explica. Uma outra alternativa que tem sido bastante procurada neste final de ano é o capão. O animal não tem o mesmo porte do peru, mas pode chegar a 5, 6 kg de peso e render uma boa ceia de Natal. (V.M.)

Fonte: Jornal Meio Norte