Babá de cachorro fatura R$ 8 mil por mês; veja outros negócios para pets

Mercado pet impulsiona abertura de serviços especializados. Negócios no setor oferecem enfeites, dentista e até florais

O mercado pet mais uma vez é apontado por especialistas como tendência de bom negócio. Cada vez mais, os bichinhos são tratados como membros da família e isto impulsiona a abertura de novos negócios.


Babá de cachorro fatura R$ 8 mil por mês em São Paulo

Em São Paulo, que concentra quase 20 milhões de animais de estimação e 10 mil pets shops, os empresários não poupam esforços para oferecer produtos e serviços diferenciados. Neste grande mercado, há enfeites para os bichos, dentista, florais e até babá.

Adriane Silveira é babá de 25 cachorros, um trabalho bem parecido com o da babá de crianças, com hora de comer, beber água e descansar. ?Eu faço a primeira visita de cortesia, conheço o animal, vejo o que ele está precisando?, explica Adriane.

A empresária fatura, em média, R$ 8 mil por mês. Hoje ela atende oito bairros de São Paulo, e quer mais. ?A procura está cada vez maior. E assim, sempre tem coisas novas?, diz Adriane.

A cliente Laura Sansone contratou o serviço três vezes por semana e gasta R$ 480 por mês para deixar o buldog Astor bem acompanhado. ?Quando ela chega, ele já fica todo animado e eu vejo que quando eu chego do trabalho, ele já está mais calmo. Não tem necessidade de passear com ele logo que eu chego?, diz a dona do cachorro.

Clínica odontológica para cães

Já o médico veterinário Renato Tartalia abriu um consultório dentário para cachorros. O empresário investiu R$ 40 mil na clínica, com sala de cirurgia e todos os equipamentos necessários para atender os animais.

A clínica odontológica para animais atende desde casos de limpeza de tártaro até cirurgias dentárias complexas. Custam de R$ 100 a mais de R$ 1 mil. Atualmente, o empresário atende 120 animais por mês.

Para o consultor Sebastião de Oliveira, oferecer serviços especializados como tratamento odontológico é o segredo para se dar bem no mercado pet.

?Você pode ir pra nichos de mercado, ou seja, pedaços de mercado que não interessa para os grandes players, para os grandes concorrentes. O atendimento diferenciado, isso provavelmente ele não vai encontrar em qualquer lugar, principalmente nos lugares grandes?, diz.

Máquina de fazer lacinhos

A sofisticação desse mercado chegou também aos enfeites para animais. O empresário José Silva desenvolveu uma máquina de fazer laços e gravatas. ?O lacinho seria como a azeitona na pizza?, afirma Silva.

A máquina de fazer laços custa R$ 950. Ela faz de 2.500 a 3.000 peças por dia.

Carolina Matsumoto comprou cinco máquinas. Ela produz mais de 25 mil laços e gravatas por mês. Cada um custa de R$ 0,30 a R$ 0,90. ?Meu faturamento mensal é de mais ou menos R$ 4 mil a R$ 5 mil, dependendo também do tempo?, diz a empresária.

Já o empresário Joel Aleixo teve a ideia de fazer florais para cães, gatos e outros animais. Em termos de negócio, foi um achado. Após um ano, ele vende por mês 30 mil frascos de florais usados para fins terapêuticos.

A produção é feita em Cotia, na Grande São Paulo. O empresário cultiva mais de 30 tipos de flores no fundo de casa. O empresário investiu R$ 200 mil em equipamentos e testes. As flores são imersas numa mistura de água e álcool que depois é borrifada em bolinhas feitas de farinha e açúcar.

Fonte: G1