Baixa renda lidera a procura por crédito

Avanço entre quem ganha até R$ 500 foi de 26,6% sobre o mesmo período de 2009

Os consumidores que ganham até R$ 500 por mês foram os que impulsionaram a procura pro crédito no país no primeiro semestre deste ano, segundo pesquisa da consultoria Serasa Experian, divulgada nesta quinta-feira (8). O crescimento nessa faixa de renda - a menor das seis pesquisadas pela empresa - foi de 26,6%, na comparação com o mesmo período de 2009. Em seguida ficou a faixa de renda mais alta, com ganhos mensais acima de R$ 10 mil: o avanço na procura por crédito nessa categoria foi de 25,7%. O aumento geral na procura por crédito no país entre janeiro e junho foi de 16,6%. Considerado apenas o mês de junho, no entanto, houve um recuo de 10,2% em relação a maio; sobre junho de 2009 houve avanço de 4,1%. Segundo a Serasa, na comparação com maio deste ano houve queda porque o Dia das Mães é mais forte em termos de vendas a prazo que o Dia dos Namorados. Além disso, a realização de jogos da seleção brasileira em três dias úteis de junho contribuiu para o recuo. Regiões A região Nordeste foi onde a procura por crédito mais cresceu (18,2%) no primeiro semestre deste ano. - O bom dinamismo desta região nestes últimos anos e a incidência maior de consumidores de baixa renda, que se destacaram em termos de busca por crédito neste semestre, são elementos que explicam a dianteira do Nordeste no ranking nacional da procura dos consumidores por crédito. Em seguida vem a região Sudeste, com alta de 17,8%. O Sul e o Centro-Oeste do país encerraram o primeiro semestre com ritmos de crescimento muito parecidos (14,3% e 15,4%, respectivamente) e em último vem a região Norte, com alta de 9,9% na procura por crédito.

Fonte: R7, www.r7.com