Balança tem superávit de quase US$ 2 bilhões em junho

O saldo representa a diferença entre exportações, de US$ 6,042 bilhões, e importações, de US$ 4,097 bilhões.

A balança comercial brasileira registra superávit de US$ 1,95 bilhão (média diária de US$ 216 milhões) em junho, até a segunda semana do mês, segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, divulgados nesta segunda-feira.

O saldo representa a diferença entre exportações, de US$ 6,042 bilhões, e importações, de US$ 4,097 bilhões. Na comparação o mesmo período de maio, as exportações apresentam alta de 12%, enquanto as importações caíram 2,5%.

Ante junho de 2008, percebe-se claramente o efeito da crise sobre o comércio internacional: queda de 24% nas exportações, 39% nas importações e 31% na corrente de comércio.

Contando apenas a segunda semana, com um dia útil a menos por causa do feriado de Corpus Christi, a balança teve superávit de US$ 757 milhões --bem menor que na primeira, quando o saldo alcançou US$ 1,2 bilhão. Na segunda semana, as exportações foram de US$ 2,5 bilhões e importações, de US$ 1,8 bilhão.

Nos 110 dias de 2009 até sexta-feira da semana passada, a balança acumulou resultado positivo de US$ 11,32 bilhões. Já nos 112 dias equivalentes em 2008, o saldo foi de US$ 9,73 bilhões.

Embora o saldo tenha subido, o resultado não é de todo positivo: ele reflete uma retração na corrente de comércio do período (26% menor) e nas importações (queda de 28%) mais que nas exportações, reflexo da crise econômica. Como as exportações caíram menos (22%), o saldo no período cresceu 18%.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br