Bancários voltam a trabalhar nesta segunda em quase todo país

Bancários voltam a trabalhar nesta segunda em quase todo país

Na sexta, maioria aprovou proposta que prevê reajuste salarial de 8%. DF, AC, PA, Guarulhos (SP) e cidades no RS e SC fazem assembleias hoje.

Após aprovarem o fim da greve na maior parte do país na sexta-feira (11), os bancários voltam a trabalhar nesta segunda-feira (14), depois de 23 dias de paralisação. Com isso, as agências dos estados que aprovaram a proposta (confira abaixo) reabrem normalmente nesta manhã, diz a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).

Na madrugada de sexta-feira, o Comando Nacional dos Bancários e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) chegaram a um acordo para encerrar a paralisação.

Os principais pontos do acordo, segundo a Contraf-CUT, são 8% de reajuste (1,82% de aumento real); 8,5% (2,29%) de reajuste para o piso da categoria, e compensação pelos dias parados pela greve de até uma hora por dia (entre segunda e sexta-feira) até o dia 15 de dezembro.

De acordo com a Contraf, algumas cidades e estados, contudo, ainda farão assembleia e plenárias hoje para saber se encerram ou não a greve.

As localidades são: Brasília, Porto Alegre, Florianópolis (plenária), Pará, Acre, Guarulhos , Blumenau , Santa Maria (RS), Pelotas (RS) e Litoral Norte (RS).

Nas localidades onde ainda há greve, a paralisação pode causar alguns transtornos ao consumidor que precisa de serviços bancários. Alguns serviços bancários podem ser realizados em canais alternativos, mas outros dependem das agências (como saques de valores altos ou análise de crédito) e podem sofrer atrasos. Saiba aqui os serviços afetados e como pagá-los.

As localidades que encerraram a greve são, de acordo com a Contraf:

São Paulo

Rio de Janeiro (nova assembleia da Caixa hoje)

Belo Horizonte

Pernambuco

Curitiba

Bahia (continua greve na Caixa e BNB)

Ceará (continua greve no BB, Caixa e BNB)

Piauí

Paraíba (continua greve no BNB)

Sergipe (continua greve no BNB)

Bahia (continua na Caixa e BNB)

Mato Grosso (continua greve na Caixa)

Londrina

Campo Grande

Alagoas (continua greve no BNB)

Campinas

ABC paulista

Araraquara

Assis

Barretos

Bragança Paulista

Catanduva

Limeira

Mogi das Cruzes

Presidente Prudente

Vale do Ribeira

Taubaté

Petrópolis

Angra dos Reis

Caxias do Sul (greve continua no Banrisul)

Rondônia

Amapá

Criciúma

Joaçaba

São José do Rio Preto

Sorocaba

São José dos Campos

Guaratinguetá

Araçatuba

Ribeirão Preto

São Carlos

Franca

Jaú

Tupã

Votuporanga

Presidente Wenceslau

Campos de Goytacazes

Itaperuna

Apucarna

Arapoti

Campos Mourão

Cornélio Procópio

Guarapuava

Toledo

Umuarama

Paranavaí

Jacobina

Feira de Santana (continua BB, Caixa e BNB)

Ilhéus (continua BB e BNB)

Itabuna

Jequié

Vitória da Conquista (continua BB, Caixa e BNB)

Barreiras (continua Caixa e BNB)

Juazeiro (continua Caixa e BNB)

Camaçari (continua BB e BNB)

Dourados

Ipatinga

Uberaba

Divinópolis

Campos dos Goytacazes

Itaperuna

Passo Fundo (greve continua no Banrisul)

Ijuí (greve continua no Banrisul)

Alegrete (greve continua no Banrisul)

Novo Hamburgo (greve continua no Banrisul)

Horizontina (greve continua no Banrisul)

Guaporé (greve continua no Banrisul)

São Luiz Gonzaga -(greve continua no Banrisul)

Vacaria (greve continua no Banrisul)

São Borja (greve continua no Banrisul)

Santa Rosa (greve continua no Banrisul)

Carazinho (greve continua no Banrisul)

Livramento (greve continua no Banrisul)

Araranguá

Bagé (greve continua no Banrisul)

Bento Gonçalves

Cachoeira do Sul (greve continua no Banrisul)

Camaquã - continua na Caixa

Frederico Westphalen (greve continua no Banrisul)

Rio Grande

Santiago

São Gabriel

São Luiz Gonzaga

Concórdia (greve continua no BB e na Caixa)

Chapecó (greve continua no BB e na Caixa)

São Miguel do Oeste (greve continua no BB e na Caixa)

Em busca de acordo

Balanço divulgado pela Contraf-CUT informou que a greve dos bancários deixou 56,4% das agências do país fechadas na quarta-feira (9).

Fonte: G1