Cerca de 70 lojas do Piauí Center Moda realizam bazar com descontos de 10 à 60%

Cerca de 70 lojas do Piauí Center Moda realizam bazar com descontos de 10 à 60%

Nos três dias de bazar os consumidores poderão adquirir o melhor da confecção, calçados, bolsas e moda íntima

O Piauí Center Moda completa 4 anos de funcionamento este ano. Considerado o maior centro de vendas em atacado de confecções de Teresina, o espaço fica localizado no entroncamento da BR 343, com a avenida Miguel Rosa, zona sul da capital piauiense. Com o intuito de movimentar o espaço e de atrair mais sacoleiras e comerciantes, a nova administração do Piauí Center Moda traçou um calendário anual de atividades.

E a primeira delas, é o Bazar, que começou na quinta-feira (25) e termina neste sábado. Cerca de 70 lojas estão oferecendo produtos com descontos que variam de 10% a 60%. “O nosso espaço é amplo e confortável. As lojas capricharam na ambientação, além de oferecem produtos que já conquistaram, inclusive, compradores internacionais”, disse o Presidente do Sindivest, Francisco Marques.

Nos três dias de bazar os consumidores poderão adquirir o melhor da confecção, calçados, bolsas e moda íntima produzidos no Estado. “Essa foi uma maneira que encontramos de mostrar a qualidade da nossa mão-de-obra e de avançar nas vendas. Nós podemos ser grandes exportadores destes produtos, como acontece, por exemplo, em Fortaleza, no Ceará”, enfatizou a administradora do Piauí Center Moda, Cláudia Pontes.

Nos dias 25 e 26, quinta e sexta-feira, o Piauí Center Moda fica aberto das 8h às 18h. Já no dia 27, por ser uma data especial, os lojistas, que comumente fecham suas portas às 13h do sábado, ficarão até as 18h comercializando seus produtos. De acordo com o Sindivest, o setor econômico de confecções se encontra em expressiva expansão, e está entre os principais produtos exportados do Estado, graças à concretização da iniciativa dos produtores, apoiada por instituições que acreditam e investem no setor. O bazar no Piauí Center Moda ajuda a colocar as empresas e os centros de produção em evidência.

Fonte: Sávia Barreto, Jornal Meio Norte