Bovespa fecha em forte alta, acima dos 68 mil pontos

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em forte alta nesta terça-feira

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em forte alta nesta terça-feira, acompanhando o desempenho visto nas bolsas no exterior, onde dados indicando sinais de melhora da economia global motivaram a procura por ativos de risco. O Ibovespa, índice que reúne as principais ações brasileiras, subiu 3,03%, para 68.394 pontos. É o maior patamar de fechamento desde 8 de abril de 2011. O giro financeiro desta sessão foi de R$ 8,14 bilhões.

O dia já começou positivo, com investidores animados pela alta significativa da confiança na economia alemã em março e a divulgação, nos EUA, de que as vendas no varejo norte-americano exibiram em fevereiro a maior alta em cinco meses.

Também na cena externa, uma análise atualizada preparada pela Comissão Europeia, pelo Banco Central Europeu (BCE) e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) mostrou que o segundo pacote de resgate à Grécia pode tornar a dívida do país sustentável.

Em Nova York, os principais índices acionários ganharam impulso, assim como a bolsa paulista, na hora final do pregão, depois que o JPMorgan anunciou aumento de dividendos e um programa de recompra de ações.

Às 17h30, com os pregões regulares nas bolsas de Nova York e de São Paulo já encerrados, o Federal Reserve (FED, banco central dos EUA) divulgou o resultado dos testes de estresse de 19 grandes instituições financeiras americanas indicando que a maioria tem nível de capital adequado para enfrentar eventuais choques.

No Ibovespa, a alta foi generalizada, com apenas quatro ações no vermelho. E mesmo assim com quedas modestas, com a maior baixa exibida por Redecard, com desvalorização de 0,56%, a R$ 35,30.

Na ponta de cima, as principais influências sobre a alta do índice vierem de blue chips de petróleo, mineração e siderurgia.

As ações preferenciais e ordinárias da Petrobras tiveram ganho de 4,27% e de 3,93%, para R$ 24,43 e R$ 25,65, respectivamente.

As ordinárias da Vale dispararam 5,12%, para R$ 42,70. Na segunda-feira, o presidente da mineradora, Murilo Ferreira, disse que a companhia deve se tornar a maior produtora mundial de níquel ainda este ano. A Vale é atualmente a segunda produtora global da commodity, atrás da mineradora Norilsk.

Saiba mais

O mercado acompanha de perto o desempenho do Ibovespa porque este é o mais importante indicador do desempenho médio das cotações do mercado de ações brasileiro. O índice retrata o comportamento dos principais papéis negociados na bolsa. A pontuação do Ibovespa aumenta na medida em que sobe o valor das ações.

Fonte: Terra