Bradesco apresenta propostas para compra do Baú da Felicidade

Bradesco apresenta propostas para compra do Baú da Felicidade

Fonte ligada à negociação confirma que o Bradesco BBI tem o mandato de venda do Baú.

Após Silvio Santos ter suspenso o contrato com a Galeazzi & Associados - consultoria que estava à caça de compradores para as lojas do Baú da Felicidade -, o Bradesco assumiu as negociações. Era com executivos do banco que, até o início desta semana, Márcio Pauliki, presidente da Mercadomóveis, rede paranaense de móveis e eletroeletrônicos, conversava para apresentar sua segunda proposta de compra do Baú.

Fonte ligada à negociação confirma que o Bradesco BBI, braço de assessoria financeira do grupo, tem o mandato de venda do Baú. Procurado, o banco não comentou o assunto. Pauliki garante que prepara-se para ir a São Paulo, na próxima semana, para nova negociação, mesmo com as declarações dadas por Silvio Santos após a venda do Panamericano ao BTG Pactual. Depois de assinar o contrato, o empresário avisou: "quem queria comprar o SBT, ele não está mais à venda. Também não estão mais à venda a Jequiti e as Lojas do Baú".

Ao ler as declarações do apresentador de TV nos jornais, Pauliki ligou para o Bradesco. "Eu queria saber se eles continuariam intermediando as negociações. Eles me informaram que não tinham recebido nenhuma nova orientação, mas que me ligariam se tivessem novidade". Procurado, o Baú da Felicidade não se pronunciou sobre o assunto.

Fonte: Terra