FMI: Brasil deve cair à 8ª maior economia do mundo em 2018

FMI: Brasil deve cair à 8ª maior economia do mundo em 2018

Fundo reduziu estimativa de crescimento do PIB brasileiro em 2014 e 2015.

A previsão de baixo crescimento deve levar o Brasil a perder mais uma posição no ranking das maiores economias do mundo em 2018, segundo dados do Fundo Monetário Internacional (FMI).

Ao final de 2013, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil foi estimado em US$ 2,24 trilhões ? colocando o país na sétima posição entre as maiores economias do mundo, atrás dos Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, França e Reino Unido. Em 2018, no entanto, a Índia deve ultrapassar o Brasil, deixando o país na oitava posição, lugar que ocupou, pela última vez, em 2010.

De 2008 a 2011, o Brasil subiu uma posição por ano no ranking, chegando à sexta posição ao ultrapassar o Reino Unido entre as maiores economias. Em 2012, no entanto, voltou a perder a posição.

De acordo com a estimativa do FMI, os Estados Unidos ainda não estão ameaçados de perder a primeira posição do ranking: até 2019, o país segue na liderança, com um PIB de US$ 22 trilhões, 48% superior ao da China, na segunda posição.

Na terça-feira, o FMI divulgou novas estimativas para o crescimento da economia mundial. O fundo cortou pela quarta vez, para 1,8%, a perspectiva de crescimento do Brasil este ano, e para 2,7% a estimativa para 2015.

De acordo com o fundo, a economia brasileira sofre com restrições de oferta doméstica, especialmente de infraestrutura, e com um contínuo baixo crescimento do investimento privado, que se reflete na perda de competitividade e na baixa confiança dos empresários.

Maiores economias do mundo em 2018, segundo as estimativas do FMI

(em trilhões de US$)

EUA: 21,18

China: 14

Japão: 5,54

Alemanha: 4,66

Reino Unido: 3,54

França: 3,47

Índia: 2,83

Brasil: 2,76

Itália: 2,55

Rússia: 2,36

Fonte: G1