Brasileiro é contratado no "melhor emprego do mundo" na Austrália

Brasileiro é contratado no "melhor emprego do mundo" na Austrália

Ele foi contratado pelo Ministério de Turismo da Austrália, por um salário de US$ 100 mil (cerca de R$ 200 mil)

O capixaba Roberto Seba saiu vencedor de uma competição que contou com 339 mil candidatos, de 196 países, e foi contratado para uma das seis vagas oferecidas para os "melhores empregos do mundo", oferecidos pelo Ministério de Turismo da Austrália, por um salário de US$ 100 mil (cerca de R$ 200 mil).

Seba será um "fotógrafo de estilo de vida" em Melbourne (Victoria), no sul do país. Outras cinco posições foram preenchidas, para cada outro Estado ou Território australiano.

Nesta sexta foram anunciados todos os vencedores: o inglês Rich Keam (chefe de degustação na Nova Gales do Sul), o americano Andrew Smith (frequentador de eventos na Nova Gales do Sul), a francesa Elisa Detrez (cuidadora de animais selvagens na Austrália do Sul), o irlandês Allan Dixon (aventureiro no Território do Norte) e o canadense Greg Snell (guarda de parque em Queensland).

O fotógrafo brasileiro será pago para mostrar como os moradores aproveitam a cidade, os cafés, os festivais de música e bares. entre outros locais. Para concorrer, ele enviou um vídeo de 30 segundos contando os motivos que o levavam a querer trabalhar no projeto. Após várias etapas, se tornou um dos 18 finalistas que passaram por entrevista no local de trabalho.

"Fiquei sabendo do concurso pela internet, depois que um amigo compartilhou o site. Quando vi que tinha minhas características, resolvi participar para entrar ainda mais na minha área de trabalho. Como já trabalhava com vídeos, fiz o material bem rápido, editei e enviei", contou Seba em entrevista ao Terra, em abril.

Seba se formou em publicidade na Universidade de Vila Velha (UVV). Há seis anos ele resolveu mudar para São Paulo e começou a trabalhar com fotografia.

Desde 2009, a Austrália promove anualmente o concurso dos "Melhores Empregos do Mundo" para promover o turismo nas diferentes regiões do país.

Fonte: Terra