Carga tributária foi de 35,13% do PIB no ano de 2010

Cada brasileiro pagou em média R$ 6.722,38 em tributos no ano

A carga tributária no Brasil ficou em 35,13% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010, segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), que antecipou o cálculo que é feito anualmente pela entidade.

O resultado foi maior que os 34,41% registrados em 2009 - uma alta de 0,72 ponto percentual em relação a 2009.

O cálculo é um levantamento independente do IBPT, a partir dos números do PIB (Produto Interno Bruto) e das arrecadações da União, estados e municípios.

"O Brasil continua tendo uma das maiores cargas tributárias do mundo. Nos últimos 10 anos, a elevação foi de cinco pontos percentuais", afirma o presidente do IBPT, João Eloi Olenike. Ele lembra que, em 2000, o peso dos impostos representava 30,03% do PIB.

"Nossa carga tributária é comparável a de países desenvolvidos, mas o retorno para a sociedade em termos de serviços públicos ainda é comparável a de países que não estão nem em desenvolvimento", completa Olenike. Ele cita como exemplo os Estados Unidos, onde o peso dos impostos fica em torno de 29% do PIB, segundo dados de 2009.

Segundo o levantamento do IBPT, cada brasileiro pagou em média R$ 6.722,38 em tributos no ano passado, valor maior que os R$ 5.723,42 registrados em 2009.

O total da arrecadação de tributos, sem descontar os efeitos da inflação, subiu em R$ 195,5 bilhões no ano passado, para um total de R$ 1,290 trilhão - um avanço de 17,8%. Em 2009, o total arrecadado ficou em R$ 1,095 trilhão.

Fonte: g1, www.g1.com.br