Castelhanos é alternativa à agitação de Ilhabela

Castelhanos é alternativa à agitação de Ilhabela

Castelhanos, em Ilhabela, é para quem gosta de aventura. A maior praia da ilha - uns dizem que tem um quilômetro, outros que ultrapassa os dois - fica na baía de mesmo nome e tem bons ventos para quem curte pegar onda e gosta de tranqüilidade.

Chegar já é uma atração. Não importa se você vai de barco, veículo com tração nas quatro rodas, a pé ou em uma magrela. A mata verde de Ilhabela está cheia de animais, como os caxinguelês, uma espécie ágil de roedor que mais parece um esquilo.

A escolha de como chegar até a cobiçada praia depende de sua disposição. Ir a pé requer acordar bem cedo e preparo físico. O mesmo vale para quem gosta de pedalar.

Já as agências de turismo têm pacotes mais tranqüilos. Algumas oferecem ida de barco e volta nos jipes. É a maneira mais cômoda - e também uma das mais interessantes - de conhecer a região.

A praia tem águas claras. Por isso, leve um snorkel para aproveitar a vida marinha de suas laterais. Quem gosta de pegar ondas, também se dá bem em Castelhanos.

Outra marca da praia são os rios que deságuam no mar - um em cada lado - e a pequena ilha que dá um toque de cartão-postal à praia.

As areias são sempre calmas, devido principalmente aos 27 km de distância do centro muvucado da ilha. Não deixe de provar a comida caiçara. Os pratos que levam peixe são os melhores.

Estando em Castelhanos dê um mergulho na cachoeira do Gato, com 70 metros de queda. Oportunidade única de se refrescar do calor da região. Trilhas para as praias da Figueira, Mansa e Vermelha também saem dali.

Além da beleza das praias, outra coisa marcante na ilha são os indesejáveis - insistentes e petulantes - borrachudos. Prepare-se para lambuzar o corpo com repelente. E tem de ser um bom. Por lá, os bichinhos são ferozes.

Fonte: AE/G1