Sites de comércio eletrônico: Compras na internet já ultrapassam 32 mi de usuários

Sites de comércio eletrônico: Compras na internet já ultrapassam 32 mi de usuários

Os números, levantados recentemente em pesquisa, mostram que destes compradores on-line, 61% fazem parte da chamada nova classe C.

Os sites de comércio eletrônico chegaram a 32,3 milhões de usuários, fechando o ano de 2011 com o faturamento de R$ 2,7 bilhões a mais e um crescimento de 26% em relação ao ano anterior. Desse total, cerca de nove milhões de consumidores realizaram pela primeira vez uma compra pela internet.

Os números, levantados recentemente em pesquisa, mostram que destes compradores on-line, 61% fazem parte da chamada nova classe C.

De acordo com os dados divulgados pelo IBGE, o comércio varejista foi o setor que mais contribuiu para o aumento nos números, isso devido ao acréscimo de vendas principalmente no final do ano, levando a um crescimento de 3,4% e nos últimos três meses do ano 0,7%. Ainda segundo o estudo, a categoria mais procurada em 2011 foi a de eletrodoméstico, com 15%; contra 12% de informática; e 8% de eletrônicos.

?Optei por comprar uma geladeira pela internet, que não é tão comum porque as pessoas ainda têm aquela ideia de ter que ir na loja ver o produto, mas não me arrependo.

O eletrodoméstico que eu queria, em uma loja física custava cerca de R$ 2.200,0, e na internet comprei o mesmo produto por R$ 1.638,00?, revela o professor Sebastião Marreiros da Silva, que ainda teve frete grátis na compra e usou a internet para facilitar o presente que queria dar para a filha que mora em outro Estado.

A tendência, segundo especialistas, é que, atraídos pelo preço e comodidade, cada vez mais essas vendas saiam das lojas físicas e venham direto à web.

O número de acessos aos sites de compras no Brasil tem crescido cerca de 2,5 vezes mais rapidamente do que outros endereços da web, segundo dados da comScore, empresa que mede a audiência da internet. Em janeiro de 2012, foram 41,5 milhões de visitas a sites de vendas on-line.

Mais de 86% dos brasileiros com mais de 15 anos, que estão on-line por meio de um computador em casa ou no trabalho, acessam sites de compras pela web. Entre os setores mais visitados estão: eletroeletrônicos, vestuário, cultura como livros, CD?s e DVD?s produtos para casa e informática. (M.R.)

Fonte: Marcilany Rodrigues