Confiança do consumidor atinge maior nível da série histórica

Série histórica teve início em 2005, segundo a Fundação Getúlio Vargas.

A confiança do consumidor brasileiro subiu em julho e atingiu o maior patamar da série histórica da Fundação Getulio Vargas (FGV), iniciada em setembro de 2005. De acordo com pesquisa divugada nesta terça-feira (26), o Índice de Confiança do Consumidor (ICC) teve alta de 5,4% sobre junho, para 124,4 pontos.

"O avanço da confiança em julho reflete a melhora em todos os quesitos integrantes, com evolução mais expressiva das expectativas para os próximos meses", disse a FGV, por meio de nota.

O componente de situação atual teve alta de 4,3%, para 144,6 pontos, mantendo-se acima da média histórica de 115,5 pontos. O índice relativo a expectativas subiu 4,9% em julho, alcançando 112,4 pontos.

Interrompendo três meses de queda, o grau de satisfação do consumidor com a situação econômica local aumentou, passando de 102,9 pontos em junho para 112,0 pontos em julho, maior leitura desde março deste ano.

O indicador que mede o grau de otimismo sobre a evolução da situação econômica local nos meses seguintes subiu de 106,1 para 117,0 pontos, exercendo a maior influência sobre o ICC no mês.

Fonte: G1