Confiança do consumidor aumenta em agosto

Indicador que mede satisfação com situação atual também subiu.

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC) da Fundação Getulio Vargas (FGV) registrou aumento de 0,7% entre julho e agosto de 2010, ao passar de 120 pontos para 120,8 pontos, com ajuste sazonal. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira (24). Em relação a agosto do ano passado,

a alta foi de 9,2%.

De acordo com a fundação, os consumidores brasileiros estão satisfeitos com o momento atual. O Índice da Situação Atual (ISA) subiu 0,6%, indo de 134,9 pontos em julho para 135,7 pontos em agosto, atingindo novo recorde histórico.

Quanto às perspectivas para os próximos meses, os consumidores estão otimistas. O Índice de Expectativas (IE) teve alta de 0,7%, passando de 112,1 pontos para 112,9 pontos, o melhor resultado desde março de 2008 (117,6 pontos).

Finanças pessoais

O indicador que mede a satisfação com as finanças pessoais aumentou 1,3% em agosto em relação a julho, atingindo o máximo da série iniciada em setembro de 2005 (114,5 pontos). Segundo a FGV, a proporção de consumidores que avaliam a situação financeira da família no momento como boa aumentou de 24,1% para 25,8% do total. Já a dos que consideram o cenário ruim foi de 11,1% para 11,3%.

O indicador de ímpeto para compras de bens duráveis foi responsável pela maior influencia sobre o indicador neste mês. A quantidade de consumidores que planejam compras maiores nos seis próximos meses cresceu de 14% para 16,6%, e a dos que preveem compras menores passou de 27,9% para 27,1%.

Fonte: g1, www.g1.com.br