Confiança do consumidor tem leve melhora

Avaliação da situação atual piorou, mas expectativas para os próximos meses cresceu

A confiança do consumidor cresceu em março, mas o avanço foi modesto, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela FGV (Fundação Getulio Vargas). O ICC (Índice Confiança do Consumidor) subiu 0,6% sobre fevereiro, ficando em 110,9 pontos, contra 110,2 no mês passado.

Embora modesto, o desempenho reverteu o ritmo fraco de fevereiro, quando houve uma queda de 2,2% na comparação com janeiro.

Segundo a fundação, as avaliações sobre o momento atual ficaram menos favoráveis. O ISA (Índice de Situação Atual) caiu de 123,4 para 121,5 pontos ? redução de 1,5%. Trata-se da segunda retração seguida.

As expectativas para os próximos meses, no entanto, ficaram mais otimistas: o IE (Índice de Expectativas), que mede a avaliação dos consumidores para os próximos seis meses, ficou em 105,4 pontos, contra 103,2 em fevereiro ? alta de 2%. O dado pôs fim a três meses de retração nesse indicador.

- O grau de otimismo das famílias com relação às finanças pessoais no horizonte de

seis meses manteve-se estável, sustentado por expectativas favoráveis quanto ao

mercado de trabalho.

Fonte: r7