Consumidor já sente reajuste de até 10% no valor de refrigerantes

. Há casos de aumento de até 13,91% nas prateleiras, como a lata de Sprite e Fanta, que subiu de R$ 1,15 para R$ 1,31 nos últimos dias


Consumidor já sente reajuste de até 10% no preço de refrigerantes

Os refrigerantes já estão até 20% mais caros para os supermercados, que começaram nas últimas duas semanas a repassar os valores mais altos para os consumidores. Há casos de aumento de até 13,91% nas prateleiras, como a lata de Sprite e Fanta, que subiu de R$ 1,15 para R$ 1,31 nos últimos dias. Nas ruas, vendedores ambulantes já vendem a lata de Coca-Cola com preço reajustado em R$ 0,50 (de R$ 2,50 para R$ 3,00, aumento de 20%), por conta da alta no atacado. De acordo com o presidente da Bolsa de Gêneros Alimentícios (BGA), José de Souza, a alta é uma antecipação da indústria para o aumento do IPI para o setor, nos próximos meses, e também por conta de reajuste nos custos, como o do açúcar.

No Centro do Rio, a alta foi repassada por ambulantes, como Valmir Cacho. O preço da lata de Coca-Cola subiu de R$ 2,50 para R$ 3 (20%), depois que ele passou a pagar 12,5% mais no atacado.

? Não tem como segurar o preço. Trabalhamos no limite do custo ? afirmou.

Fonte: Extra