Crédito no país deve crescer de 10% a 15% em 2012, diz BNDES

"São essas as condições de crescimento do crédito no país", disse o presidente do (BNDES), Luciano Coutinho

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, disse nesta quarta-feira que o crédito no país deverá crescer entre 10% e 15% neste ano, e que esse patamar de expansão é compatível com o crescimento potencial da economia brasileira.

"São essas as condições de crescimento do crédito no país", disse Coutinho, depois de participar da abertura do seminário Saúde, Cidadania e Desenvolvimento, promovido pelo Centro Internacional Celso Furtado. "O crédito chegou a se expandir 27%, 30% em outros anos, taxas que eram muito elevadas", afirmou.

Na avaliação de Coutinho, futuramente o crédito no Brasil poderá crescer a taxas mais altas, mas, momentaneamente, o país atravessa um processo de endividamento "que precisa ser digerido".

"Durante esse período, é preciso que haja crescimento da renda e do emprego para haver moderação na inadimplência", afirmou o economista. "Em geral, o crédito no Brasil tem uma grande avenida para crescer."

De acordo com Coutinho, a economia brasileira deverá acelerar nos próximos meses, o que poderá resultar em redução na inadimplência. Com isso, afirma ele, os spreads bancários dos bancos privados também devem cair.

Fonte: G1