Cuidados para escolher sua casa com mais segurança

Na hora de escolher sua casa, você deve prestar atenção em tudo.

Na hora de escolher sua casa, você deve prestar atenção em tudo. Tudo quer dizer desde a localização até o estado de conservação. E em todas as etapas do processo, nunca perca de vista o quanto condomínio, IPTU, documentação e reformas irão te custar.

O primeiro passo ? e mais óbvio ? é escolher uma localização que atenda às suas necessidades diárias. Perto do trabalho ou da escola dos filhos, ou próximo a lugares de fácil acesso por meio de transporte público. Nessa etapa, considere também a infra-estrutura do bairro em questão: note se há comércio próximo, padarias, farmácias e hospitais.

É interessante visitar o mesmo imóvel em horários diferentes do dia, para certificar-se que o lugar é seguro à noite; se tem feira na rua pelas manhãs; se tem bares que podem incomodar o sono; para reparar no trânsito etc. Tudo isso pode evitar dores de cabeça depois da mudança.

Ao comprar um imóvel, é muito importante se precaver para evitar sustos (principalmente financeiros). Avalie o valor do condomínio e pergunte para o corretor ou responsável se a cobrança é feita toda de uma vez no mês, ou se é parcelada quinzenalmente. Em algumas regiões, os condomínios mandam os boletos a cada quinze dias e você pode se surpreender com um valor que pensava ser menor. As áreas comuns dos prédios também devem ser observadas com cuidado: lembre-se que se o prédio está mal conservado, as reformas vêm cobradas no condomínio. Certifique-se que está tudo em bom estado, para não arcar com possíveis obras.

Na hora de fechar o negócio, converse com o corretor para pedir dicas sobre bancos que oferecem financiamentos. Atualmente, as condições de financiamento ficaram facilitadas e está muito mais tranqüilo adquirir a casa própria. É possível até fazer simulação de gastos. Tire todas as dúvidas sobre documentação: leia atentamente o contrato e, se possível, peça ajuda àquele advogado amigo da família.

Coloque tudo no papel. É preciso estar atento também às condições em que se encontra o imóvel. Vai precisar de reforma? Pintura? Como você irá decorar sua casa? Bate sol? Que cores ficam bacanas nos diferentes aposentos? Para isso, existem profissionais especializados, que têm um olhar diferente sobre os espaços. Por exemplo: o apartamento tem armários? Quanto custa a colocação de um conjunto de armários na cozinha? Como fazer para valorizar aquele banheiro tão pequenino? É interessante inserir o profissional de decoração no processo, para que ele te ajude a fazer uma avaliação do local. Durante essa etapa de avaliação do imóvel, ele pode te dar dicas preciosas para que você não se surpreenda com vazamentos, fiação, tubulações; e para que espaços pequenos sejam valorizados ou espaços gigantes virem aconchegantes. De repente, aquele piso que você não gostou ou aquela pedra que queria arrancar podem virar detalhes que você nem imaginou.

Os designers de interiores têm um olhar apurado para aquilo que pode ser aproveitado; para os cantos e objetos que podem ser repaginados. Tudo para que sua casa fique absolutamente com o seu jeito.

Mudar-se não significa que tudo que é antigo deva ficar para trás. É possível reaproveitar móveis e objetos que já fizeram parte de sua vida e inseri-los nesse novo contexto. O importante é você pedir ajuda, para que tudo corra sem sustos ou surpresas.

Aproveite o momento de escolha e compra para fazer tudo com muito cuidado e atenção. A ajuda de profissionais especializados certamente é um grande trunfo para evitar problemas no futuro. Previna-se!







Fonte: AE