Demanda das empresas por crédito recua 4,2% em maio, aponta pesquisa

Demanda das empresas por crédito recua 4,2% em maio, aponta pesquisa

Movimento de queda foi puxado pelas micro e pequenas empresas

Depois de ter apresentando dois meses consecutivos de expansão, a procura das empresas por crédito recuou 4,2% em maio/13, conforme apurou o Indicador Serasa Experian de Demanda das Empresas por Crédito. Na comparação com maio de 2012, a demanda das empresas por crédito reduziu-se em 9,0% e, no acumulado dos primeiros cinco meses de 2013, a procura das empresas por crédito caiu 5,8% frente ao mesmo período do ano passado.

De acordo com os economistas da Serasa Experian, o feriado prolongado de Corpus Christi, caindo neste ano de 2013 no mês de maio, e as incertezas quanto à recuperação da atividade econômica doméstica afetaram negativamente a demanda das empresas por crédito no mês passado (maio/13).

Análise por porte

O recuo da demanda das empresas por crédito concentrou-se nas micro e pequenas empresas as quais apresentaram queda de 4,4% sobre o resultado de abril/13. Nas médias empresas a queda em maio/13 foi de 2,6%, após já terem recuado 0,3% em abril/13. Somente as grandes empresas (alta de 1,4%) expandiram a sua demanda por crédito no mês de maio deste ano.

No acumulado do ano, as micro e pequenas empresas continuam liderando a queda na procura por crédito: variação de -6,8% frente ao mesmo período do ano passado. Por outro lado, apesar de ter registrado duas quedas mensais consecutivas, a demanda por crédito das médias empresas exibe crescimento (7,9%) no acumulado de janeiro a maio de 2013. Já nas grandes empresas, a expansão da procura por crédito até maio deste ano totalizou 18,9% frente ao período de janeiro a maio de 2012.

Análise por setor

Todos os setores registraram recuos mensais na demanda das empresas por crédito em maio/13. O maior deles ocorreu no comércio (-4,9%), seguido pela variação de -4,5% nas empresas industriais. Já no setor de serviços, a redução da busca das empresas por crédito em maio/13 foi de 3,5%.

No período de janeiro a maio de 2013, todos os setores registram quedas em termos de demanda das empresas por crédito. A menor delas (-2,2%) se verifica nas empresas de serviços. Já nas empresas comerciais e industriais, os recuos são bem mais expressivos: variações de -8,2% e de -7,6%, respectivamente, frente aos cinco primeiros meses de 2012.

Análise por região

As empresas da região Sudeste exibiram a maior queda da procura por crédito em maio/13: -4,9% frente a abril/13. Nas empresas das regiões Norte e Nordeste, os recuos observados em maio/13 foram da ordem de 4% (variação de -4,0% no Norte e de -4,1% no Nordeste). No Centro-Oeste a queda foi de 3,4% em maio/13 na comparação com abril/13 e no Sul o recuo foi o menor de todas as regiões do país: oscilação de -3.0% frente ao mês de abril/13.

No acumulado de janeiro a maio de 2013, o maior recuo na procura das empresas por crédito se verifica na região Sul: variação de -8,2% frente ao mesmo período do ano passado. Nas demais regiões as quedas estão muito semelhantes, indo de -4,9% no Centro-Oeste até -5,3% no Nordeste.

Fonte: Marcilany Rodrigues