Desemprego em 6 regiões metropolitanas do Brasil é o menor em quase 11 anos

Isso significa que 72 mil vagas foram criadas de um mês para o outro

A pesquisa de emprego do Seade-Dieese, divulgada nesta segunda-feira (22), mostrou que a taxa de desemprego caiu a 13% em novembro nas seis regiões metropolitanas pesquisadas - Belo Horizonte, Recife, Porto Alegre, Salvador, São Paulo e Distrito Federal -, em comparação aos 13,4% do mês anterior.

Isso significa que 72 mil vagas foram criadas de um mês para o outro. De acordo com as instituições responsáveis pela pesquisa, esta é a menor taxa de desemprego consolidada desde janeiro de 1998.

De acordo com a pesquisa, o total de pessoas ocupadas nas regiões foi estimado em 17,556 milhões de trabalhadores, enquanto a População Economicamente Ativa (PEA) ficou em 20,183 milhões. Isso significa que existe um contingente de 2,627 milhões de trabalhadores em busca de uma vaga nessas regiões metropolitanas.

Entre as regiões pesquisadas, Salvador tem a maior taxa de desemprego (19,9% em novembro) e Belo Horizonte, a menor (8,3%). No mês de novembro, todas as cidades pesquisadas tiveram redução no desemprego.

São Paulo

Em São Paulo, os dados mostram que a taxa de desemprego também diminuiu em novembro, em relação a outubro, atingindo a menor taxa para novembro em 16 anos para o mês.

Considerados todos os meses, a taxa é a menor desde fevereiro de 1995. Entre outubro e novembro, o desemprego em São Paulo e região metropolitana caiu de 12,5% para 12,3%, segundo o Seade-Dieese.

Segundo a pesquisa, a criação de 33 mil ocupações e a entrada de 13 mil pessoas no mercado de trabalho resultaram na saída de 20 mil trabalhadores do contingente de desempregados, que foi estimado em 1.297 mil pessoas na capital paulista.

Fonte: g1, www.g1.com.br