diretor da ADH denuncia cartel em materiais de construção

Marcelino Fonteles denuncia cartel ao Procon

Na manhã desta quarta-feira (04), o diretor geral da ADH, Marcelino Fonteles, entregará nas mãos da coordenadora do PROCON, Graça Monte, um documento denunciando o aumento exorbitante dos preços de alguns materiais de construção. De acordo com Marcelino Fonteles, o valor do milheiro de tijolos era de aproximadamente R$ 180 reais no início do ano e agora chega a custar em média R$ 300.

Ele também denuncia a cartelização dos preços, o que pode prejudicar os programas habitacionais desenvolvidos pelo Governo do Estado. “Estamos prestes a iniciar a construção da segunda etapa do residencial Jacinta Andrade e vamos precisar de muito material, afinal, são 4.300 casas. Mas as construtoras já estão ameaçando pedir revisão dos contratos e isso pode comprometer a obra porque cada empreendimento tem garantido um volume de recursos previamente determinado. É um absurdo o que a indústria ceramista está fazendo. Muitas das empresas foram e são isentas de impostos há muitos anos. Agora querem encher os bolsos de forma acintosa”, denuncia.

A coordenadora do PROCON afirma que já enviou fiscais aos fornecedores desses materiais para constatar a veracidade da denúncia feita pelo diretor da ADH aos meios de comunicação. Após a reunião, Marcelino Fonteles e Graça Monte devem participar de uma audiência pública na Assembléia Legislativa sobre o assunto.

Fonte: Assessoria Adufpi