Dólar fecha em alta com piora nos mercados no exterior

Moeda norte-americana subiu 0,40%, a R$ 1,735 nesta terça

A piora no ambiente internacional provocou a alta do dólar, em mais uma sessão de volume baixo de negócios e cautela de investidores com possíveis medidas do governo contra a tendência de valorização do real.

O crescimento dos Estados Unidos menor que o estimado inicialmente no terceiro trimestre e o aumento mais vagaroso dos preços de moradias no país foram apontados como motivo da aversão ao risco no exterior. Segundo Mario Battistel, gerente de câmbio da Fair Corretora, o mercado ainda aguarda os efeitos no longo prazo das medidas tomadas pelo governo para tentar frear a valorização do real, como a extensão da cobrança de IOF sobre recibos de ações brasileiras negociadas no exterior.

Investidores também se precaveem quanto a outras medidas. Enquanto continuar a incerteza, "o dólar deve ficar andando "de lado"", disse Battistel. Embora o consenso seja de que as condições são favoráveis à queda do dólar, o mercado vê o patamar de R$ 1,70 como sensível ao governo.

Fonte: g1, www.g1.com.br