Dólar sobe e chega a bater R$ 3 pela primeira vez em mais de dez anos

Na máxima da sessão, o dólar atingiu R$ 3,0010, maior nível intradia desde 18 de agosto de 2004.

O dólar subiu nesta quarta-feira (4) e chegou a bater R$ 3 pela primeira vez em mais de dez anos, embalado pela decisão do presidente do Senado de rejeitar Medida Provisória que trata de desonerações tributárias, dificultando ainda mais o ajuste das contas públicas brasileiras.

A moeda americana avançou 1,80%, a R$ 2,9807 na venda, maior patamar de fechamento desde 19 de agosto de 2004, quando atingiu R$ 2,987. Na máxima da sessão, o dólar atingiu R$ 3,0010, maior nível intradia desde 18 de agosto de 2004.

Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 2,3 bilhão (aproximadamente R$ 6,85 bilhões). A escalada desta sessão levou o JPMorgan a encerrar sua recomendação de apostar na queda do euro em relação ao real.

"Reconhecemos os riscos de uma recomendação tática em meio a acentuado risco no caso de uma moeda que, no longo prazo, está supervalorizada", escreveram os analistas Diego Pereira e Holly Huffman em nota a clientes. O gerente de câmbio da corretora BGC Liquidez, Francisco Carvalho, resumiu: "ninguém sabe onde vai parar, é uma barbárie".

Fonte: Terra