Dólar volta a subir e acumula alta de 13,54%

Moeda fechou em forte alta na expectativa de uma decisão sobre plano de socorro nos EUA

O d?lar fechou em forte alta nesta sexta-feira (26), com a cautela do investidor antes do final de semana na expectativa de uma decis?o sobre o plano de socorro do governo norte-americano ?s institui?es financeiras.

A moeda norte-americana subiu 1,76%, a R$ 1,853. A divisa acumula alta de 1,26% nesta semana, marcada pela forte volatilidade com as incertezas sobre o plano de ajuda de US$ 700 bilh?es. No m?s, a varia??o ? de 13,54%.

Durante toda a semana, o d?lar operou com forte volatiildade em fun??o das tens?es relacionadas ? disputa no Congresso norte-americano sobre o plano.

"A tend?ncia ? de muita cautela, o mercado est? aguardando uma defini??o do plano de ajuda do Tesouro para o mercado financeiro", afirmou Tarc?sio Rodrigues, diretor de c?mbio do Banco Paulista, ressaltando a liga??o dos mercados dom?sticos aos movimentos internacionais.

A cautela dos investidores p?de ser observada no volume negociado durante a semana, quando a m?dia di?ria n?o superou os 2 bilh?es de d?lares, bem abaixo da m?dia registrada no ?ltimo m?s de quase 4 bilh?es de d?lares.

O principal ?ndice da Bolsa de Valores de S?o Paulo operava em queda de aproximandamente 3%, enquanto em Wall Street, o term?metro econ?mico Dow Jones tamb?m apresentava n?meros vermelhos.

Expectativa

Uma porta-voz da Casa Branca afirmou nesta sess?o n?o ver raz?o alguma pela qual o pacote de resgate do sistema financeiro dos EUA n?o seja finalizado at? segunda-feira.

"Com a demora (da aprova??o do pacote), o pessoal come?a a se perguntar se os US$ 700 bilh?es ser?o suficientes", afirmou o diretor.

Paulo Fujisaki, analista da corretora Socopa, possui avalia??o semelhante, acreditando que o mercado est? operando em modo de espera e que mesmo com aprova??o do pacote o mercado "vai continuar delicado".

Na metade da sess?o o Banco Central realizou um leil?o de venda de d?lares com compromisso de recompra. A autoridade monet?ria vendeu o total dos 500 milh?es de d?lares que ofertou, com taxa de venda a R$ 1,848 e taxa m?xima de recompra a R$ 1,883574.

Na ?ltima sexta-feira, o Banco Central realizou uma opera??o semelhante derrubando em mais de 4% a moeda norte-americana. No entanto, o leil?o desta sess?o n?o teve o mesmo efeito.

Segundo Rodrigues, a inje??o de liquidez do BC n?o foi sentida na cota??o do d?lar pois esta est? refletindo um movimento de cautela dos investidores e n?o uma eventual escassez de moeda.

"Hoje, todo mundo est? se protegendo antes do final de semana que pode trazer novas not?cias" sobre o pacote de ajuda norte-americano, disse o diretor, explicando que os investidores est?o realizando opera?es de hedge. "? medo, avers?o ao risco."

O BC realizar? nesta sexta-feira uma pesquisa para medir a demanda do mercado por um leil?o de swap reverso na segunda-feira, com o objetivo de rolar contratos com vencimento em 10 de outubro. O resultado da pesquisa, com as condi?es do poss?vel leil?o, ser? diivulgado ?s 18h30.

Fonte: g1, www.g1.com.br