Em Teresina, consumidor não abre mão de ovo de Páscoa

O carro-chefe de alguns supermercados tem sido suas marcas exclusivas e os ovos mais procurados são os de 460 gramas

Até o último final de semana, muitos supermercados e outras redes em Teresina, ainda tinham em seus estoques muita oferta de ovo de Páscoa. A verdade é que a procura foi constatada bem abaixo do esperado. Em contrapartida, até o final do dia de ontem, 26, o sindicato dos supermercados coloca que as vendas já haviam aumentado, ou seja, maioria dos consumidores ainda está aderindo aos altos preços do produto.

?Até o final do dia, a reação quanto às vendas já estava muito boa. Já estamos dentro das expectativas. Agora, os supermercadistas só estão aguardando para poder colocar em prática também suas promoções, pois todos estão abastecidos?, comenta Raul Lopes, presidente do Sindicato dos Supermercados.

Para não deixar a data passar em branco, os consumidores estão mesmo colocando os ovos dentro do carrinho, conforme observado em um supermercado da capital. Tendo em vista o fato, a esperança é de um aumento de 10%, relativo ao mesmo período do ano passado, quando também as vendas de ovos foram significativas.

O carro-chefe de alguns supermercados tem sido suas marcas exclusivas e os ovos mais procurados são os de 460 gramas. Em uma das redes, a grande demanda também é por ovos de desenhos animados ou que contêm algum tipo de brinquedo, artefato ou animação na parte interior.

Para a assistente social Ianara Meneses, apesar dos preços exorbitantes, a compra do produto vale a pena, já que as delícias podem ser saboreadas pelo menos uma vez no ano. ?Sabemos que o capitalismo faz parte da nossa vida e de nossas escolhas, cabe a nós decidirmos a importância da simbologia. Então, vale a pena a quem acredita nos ovos da Pascoa, no coelhinho. E mesmo com preços exorbitantes, é uma vez ao ano?, relata a assistente.

Fonte: Thauana Cavalcante