Empresa de setor motomotivo tem crescimento de 35% em Teresina

Empresa de setor motomotivo tem crescimento de 35% em Teresina

Uma empresa que opera com a venda de peças e consertos no polo motomotivo de Teresina criou uma estratégia de negócios que fez o número de clientes crescer 20% e conseguiu ampliar o tamanho

A Avenida Joaquim Ribeiro, na zona Sul, tornou-se o polo motomotivo de Teresina. Na área, é possível encontrar todo tipo de serviço especializado para motocicletas, que vai desde a venda de peças a serviços de mecânica. Por causa da grande concorrência, os empresários estão investindo em estratégias para atrair a preferência da clientela, que está cada vez mais exigente.

Há 13 anos, a empresária Zuleide Santos saiu da empresa de motopeças onde era funcionária para montar o próprio negócio. Com o passar dos anos, ela sentiu a necessidade de investir em sua empresa para atrair mais clientes, por conta da expansão do setor na área. Agora, além de oferecer o serviço de vendas e mecânica, a empresária criou um espaço onde os clientes podem acompanhar o conserto e reparo da sua máquina.

“Nós sabemos que muitos clientes não confiam totalmente em deixar o seu veículo nas mãos de um mecânico, têm receio de que não coloquem as peças ou que irão ser trocadas, por isso preferem acompanhar o serviço.

Pensando nisso, eu fiz um investimento em um espaço no qual eles pudessem ficar à vontade durante todo o dia. Temos uma salinha de espera climatizada com Tv e internet, onde eles podem se servir com um cafezinho”, revela.

A estratégia deu tão certo que em um ano, o número de clientes aumentou em 20%, crescimento que vem agradando a empresária que já pensa em expandir mais ainda os negócios. Zuleide revela que as compras casadas de peças e mecânica fizeram o seu empreendimento crescer 35% no ano de 2014.

Outra empresa tradicional na venda de peças para motos em atacado e varejo também conseguiu aumentar seu faturamento no final do mês após adotar a venda com maior prazo e sem juros.

“A maioria das empresas da área vendem em um prazo de no máximo três vezes no cartão, passando desse valor é com juros. Nós conseguimos dar um maior prazo aos clientes, eles podem dividir as compras em até seis vezes sem juros. São 180 dias para pagamento, com isso nossas vendas são bem melhores no varejo do que essas lojas menores”, explica o gerente Antônio Xavier.

Segmento está em expansão no interior

O número diversificado de peças ofertadas por empresas instaladas no polo motomotivo de Teresina, a descentralização da loja, contato direto e lançamentos de produtos em primeira mão garantem a satisfação da clientela. "São mais de 17 mil tipos de peças disponíveis, número superior a da concorrência, temos lojas espalhadas pelos bairros populosos da capital, fazendo com que o cliente encontre a loja em qualquer lugar. O contato direto com os fornecedores faz com que tenhamos melhores preços e trazemos lançamentos exclusivos. Assim conseguimos ficar à frente", relata o gerente de loja Antônio Xavier.

De acordo com os empresários, o setor está aumentando na capital piauiense e no interior no Estado a expansão é ainda maior. A grande procura por peças na venda em atacado é a prova do crescimento do segmento. Antônio Xavier recebe, todos os dias, vários pedidos e encomendas de microempresários que estão abrindo o próprio negócio. Para ele, o aumento da frota de motocicletas e a facilidade de financiamento estão ajudando a aumentar as vendas.

"Hoje, o segmento de motopeças está ascendente, os pedidos vêm do interior e também do Estado do Maranhão. É muito difícil chegar aqui e não terem vários pedidos de pessoas que estão abrindo o próprio negócio. Eu diria que o setor está em seu ápice no momento, com tantas motos rodando pela cidade e por isso elas irão precisar de manutenção, reposição de peças. Espero que esse crescimento se mantenha por mais alguns anos", informa.

Fonte: Djalma Batista e Rhauan Macedo