Empresários lucram com vendas realizadas aos domingos em Teresina

Chances de vendas, aos domingos, nos bairros ficaram tão atrativas

Os empresários que apostaram na abertura do comércio aos domingos em bairros de Teresina estão festejando o aumento das vendas em até 30%. Com isso, os domingos, que antes eram dedicados apenas ao descanso dos lojistas e empregados do setor, passaram a ser um dia fundamental para ampliação do faturamento e sustenbilidade da atividade comercial em regiões da capital.

As chances de vendas, aos domingos, nos bairros ficaram tão atrativas que algumas lojas que não abrem nesse dia no Centro Comercial instalaram filiais em grandes bairros como Parque Piauí, Dirceu, Renascença e Mafuá. Para funcionar aos domingos, fecharam acordo junto ao Tribunal do Trabalho com o sindicato e empregados. Com isso, pagam a diária dobrada aos domingos e concedem uma folga ao comerciário durante a semana.

José Inácio, que é gerente de uma loja que fecha no centro nos fins de semana, mas abre aos domingos no Parque Piauí, zona Sul de Teresina, disse que o domingo é um é excelente dia para as vendas do estabelecimento. Segundo ele, os negócios crescem aos domingos em até 30%, ressaltando que há domingos que surpreendem com vendas que ficam acima deste patamar.

“No centro, a loja fecha a partir do meio-dia de sábado e reabre na segunda. No bairro, abre até o meio-dia de domingo. Temos um aumento das vendas no domingo de até 30%, mas tem domingo que supreende bastante.

Acontece muito de a gente estar baixando as portas e aparecer clientes de última hora querendo comprar. Existem muitas pessoas que não têm tempo para comprar durante a semana que usa os domingos para fazer suas compras”, comenta José Inácio.

Os clientes que vão às compras em bairros de Teresina aos domingos adquirem desde ternos, calçados, perfumes, tecidos, chapéus de palha para festas juninas até materiais de construção. No Parque Piauí, eles são oriundos de bairros distantes como Mocambinho, Satélite, Pedra Mola, Cerâmica Cil e até de municípios como Nazária, Demerval Lobão e Monsenhor Gil.

O gerente de uma loja de material de construção do Parque Piauí, Cícero Santiago, disse que o domingo passou a ser o melhor dia para as vendas do estabelecimento. “As vendas aumentam 30% aos domingos. Vendemos muito mais nesse dia que nos outros dias da semana”, explicou. Ele falou que o crescimento dos negócios se deve à grande quantidade de clientes que só têm tempo para fazer as compras nos fins de semana. “Então, a abertura do comércio aos domingos é bom para clientes e para os funcionários que têm a chance de aumentar a renda”.

A empresária Conceição Alves dos Santos, que tem uma loja de roupas no Parque Piauí, em Teresina, reclama que as vendas para ela já foram boas aos domingos. “O domigo era um dos melhores dias para a loja. Os negócios estão fracos. Acho que é por causa dessa crise. Já dispensei dois funcionários nos últimos 30 dias”.

“O domingo é um dia bom de vendas de motos por causa da feira no mercado do Parque Piauí”, disse o vendedor de uma concessionária de motos, Elizenar André. Ele falou que aos domingos recebe clientes de algumas cidades da Grande Teresina. “As pessoas que trabalham durante a semana sabem que a gente abre aos domingos, então elas vêm fazer suas compras. A gente vende, em média, duas motos a cada domingo. Assim, o vendedor já faz uma comissão boa que dá para completar a renda”.

Fonte: Djalma Batista