Especialistas indicam a hora certa para gastar o 13º salário; confira

Os especialistas recomendam, que se reserve uma parte do abono natalino para as contas do início de ano

A primeira parcela do 13º salário será paga nesta sexta-feira, sem descontos. Segundo economistas, para quem não tem dívidas a pagar, o fim de ano é um bom momento para trocar de carro. Segundo a professora dos cursos de Varejo e Marketing da Fundação Getulio Vargas (FGV), Rita Martins, a hora é boa para ir às concessionárias, porque as lojas querem esvaziar os estoques dos modelos 2012, e a queda do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) vai até 31 de dezembro.


Especialistas indicam a hora certa para gastar o 13º salário

Para o consultor de varejo Marco Quintarelli, janeiro e fevereiro são os meses ideais para comprar material de construção e itens para decorar a casa. Os preços podem cair de 20% a 30%. Então, é melhor guardar o abono.

Os especialistas recomendam, no entanto, que se reserve uma parte do abono natalino para as contas do início de ano, como IPTU e IPVA. O ideal é pagá-las à vista para ganhar o desconto.

? Guardar dinheiro, nesse caso, nem pensar. Os empréstimos, hoje, têm juros de 5% a 25% ao mês. E a poupança rende apenas 0,45% ? disse o coordenador de Gestão Financeira do Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada (IBTA), Estevão Alexandre.

A enfermeira Aline Mazzei, de 33 anos, vai quitar as dívidas.

? O dinheiro do 13 já está todo compremetido. Vou conseguir quitar todas as minhas dívidas com o abono. Os presentes de Natal vou comprar com o cartão de crédito, parcelar e ir pagando daqui para frente ? diz.

Saiba quando usar o dinheiro:

Eletro - A compra pode ser feita agora, mas, antes, pesquise. Se encontrar algum produto 30% ou 35% mais em conta numa loja, aproveite. Depois do Natal, o comércio realiza saldões, mas há o risco de não se encontrar o produto desejado, alerta Quintarelli.

Roupas - Deixe para comprá-las após o Natal, quando todas as lojas começam a liquidar o estoque de verão. As promoções se intensificam depois do dia 15 de janeiro.

Material escolar - Guarde o dinheiro e deixe para comprar em janeiro. Mas, antes, pesquise muito em papelarias e hipermercados, que estão disputando os clientes.

Tributos - É bom guardar dinheiro para pagar à vista IPVA e IPTU, já que muitas prefeituras e o Detran-RJ dão descontos para quem quitar impostos logo, de uma só vez.

Quitação de dívidas - Os especialistas alertam: não guarde dinheiro se tem dívidas para quitar. Use o 13 para pagar o débito total ou até parcialmente.

Descontos - Empréstimos que foram adquiridos com juros muito altos podem ter uma redução de cerca de 10% nas taxas quando renegociados. Mas, em alguns casos, os descontos podem chegar a 30%. Isso, entretanto, varia conforme o tempo da dívida.

Renegociação - Evite quitar dívidas pelo telefone ou pela internet. Prefira ir à instituição bancária para garantir bons abatimentos nos juros e obter comprovantes.

Fonte: Extra