Exportações de frutas batem recorde no CE

Se depender do governo do Estado, a meta tende a se concretizar

As exporta?es de frutas do Cear? bateram recorde hist?rico de janeiro a outubro deste ano com a soma de US$ 90.546.874. O valor ? 92% maior na compara??o com as vendas externas realizadas no mesmo per?odo de 2007 (US$ 47.145.393). O desempenho do acumulado supera, inclusive, o valor total exportado durante todo o ano passado. De janeiro a dezembro de 2007 as exporta?es cearenses de frutas totalizaram US$ 77.254.293. Mel?o, abacaxi, banana, melancia e manga s?o os carros-chefes das exporta?es cearenses no acumulado do ano.

A performance, segundo o presidente do Instituto Frutal, Euvaldo Bringel, indica que o estado ir? ultrapassar com folga os US$ 100 milh?es da meta anunciada pelo governador Cid Gomes na 15? Semana Internacional da Fruticultura, Floricultura e Agroind?stria (Frutal 2008). ?J? estamos trabalhando com a perspectiva de ultrapassar os 120 milh?es de d?lares, valor igual a toda exporta??o brasileira de frutas de 1994, ano da realiza??o da primeira Frutal?, observa Bringel.

Se depender do governo do Estado, a meta tende a se concretizar. Cid Gomes n?o esconde que a fruticultura ? prioridade no seu governo. Na Frutal 2008, ele reiterou sua cren?a no potencial da atividade como um dos motores da economia cearense: ?Temos capacidade para gerar 25 mil empregos?, disse o governador. Entre as principais vantagens do Estado em rela??o ao setor de frutas est?o a localiza??o geogr?fica privilegiada e o sol abundante sete meses por ano.

Ranking

Na lideran?a do ranking das frutas que mais se destacaram em volume de vendas nos dez primeiros meses do ano est? o mel?o, que de janeiro a outubro deste ano exportou US$ 55.043.140, superando em 174,5% o desempenho obtido no ano passado (US$ 20.049.877). J? o abacaxi, vice-campe?o de vendas externas no acumulado (jan-out) desse ano, registrou queda de 18,3% em rela??o as exporta?es do mesmo per?odo do ano passado, caindo de US$ 13.003.080 para US$ 10.622.985.

Em seguida est?o a melancia, cujas exporta?es somaram US$ 7.031.157 contra US$ 3.425.614 (2007), revelando o incremento de 105,2%; a banana, com vendas de US$ 6.036.327 sobre US$ 3.123.241 (crescimento de 93,3%); e a manga, com retra??o de 0,61% em rela??o ao ano passado. A fruta exportou de janeiro a outubro deste ano US$ 2.118.772, menos que os US$ 2.131.828 contabilizados em 2007.

Fonte: Diário do Nordeste