Fabricante do Nutella pagará indenização a consumidores

Ferrero terá de devolver US$ 4 por pote vendido entre janeiro de 2008 e fevereiro de 2012. Falta de informações nutricionais motivou processo

O grupo Ferrero, fabricante do conhecido creme de avelãs Nutella, pagará uma indenização de 3,05 milhões de dólares a consumidores nos Estados Unidos por não destacar o nível de gordura contido no alimento. A Ferrero EUA, filial da gigante italiana, pagará cerca de 4 dólares por cada pote vendido na Califórnia entre agosto de 2009 e janeiro de 2012, e em todo os Estados Unidos entre janeiro de 2008 e fevereiro de 2012.

Os consumidores poderão enviar os pedidos de indenização, sobre no máximo cinco potes, até 5 de julho, quatro dias antes da justiça confirmar a decisão. A Ferrero também se compromete a rever suas ações de maketing sobre o Nutella e a detalhar melhor seus elementos nutricionais.

A decisão é resultado de uma ação promovida por Athena Hohenberg, mãe de um menino de San Diego, na Califórnia, afirmando que o Nutella, vendido como "exemplo de alimento equilibrado e saboroso", não é tão saudável como propaga. Os principais ingredientes do Nutella são açúcar, óleo vegetal, cacau e leite em pó desnatado.

A indenização não afetará em nada as contas do grupo, que em 2011 faturou 6,2 bilhões de euros, com 14 fábricas no mundo e mais de 21.600 funcionários. Vendido em mais de 100 países, o Nutella foi inventado em 1944, por Pietro Ferrero, em uma confeitaria de Alba, no norte da Itália.


Fabricante do Nutella pagará indenização a consumidores

Fonte: Veja