Faltam produtos nas prateleiras dos atacados de Teresina, diz pesquisa do Jornal Meio Norte

Na pesquisa dos atacadistas desta semana, dos 36 produtos pesquisados, 27 entraram na soma geral. Este resultado comprova que a falta de produtos nas prateleiras ainda é um problema frequente nos esta

Na pesquisa dos atacadistas desta semana, dos 36 produtos pesquisados, 27 entraram na soma geral. Este resultado comprova que a falta de produtos nas prateleiras ainda é um problema frequente nos estabelecimentos, visto que nove produtos não entraram na soma geral esta semana.

Considerando apenas os itens que entraram na soma, o Makro é o estabelecimento que se mostra como o mais vantajoso para os consumidores, com soma de R$ 72,95. Com este valor, ele dispara na frente dos demais com uma diferença de R$ 10,73 em relação ao último colocado.

Na segunda posição, aparece o Atacadão, com soma dos itens pesquisados de R$ 78,79. Este atacadista é o principal concorrente do primeiro colocado, mas há algumas semanas, vem se distanciando da primeira posição, pois o primeiro colocado vem apresentando uma diminuição no preço dos produtos.

O Carvalho Mercadão ocupa a terceira posição. Com R$ 3,76 a mais que o segundo colocado, ele teve soma de seus produtos de
R$ 82,55.

Nesta pesquisa, quem se mostrou como o menos vantajoso para o consumidor foi o Maxxi. Ele teve soma dos itens de R$ 83,68. Se comparado com o segundo colocado, a diferença de preço é de R$ 4,89.

SUPERMERCADO – Na pesquisa de preço desta semana, o Extra se mantém na liderança, com a soma total de R$ 345,57, e assim, é o estabelecimento mais em conta para o consumidor.

Logo em seguida, vem o Comercial Carvalho, que permanece em segundo lugar na pesquisa. Ele alcançou um total de R$ 352,90 para os itens pesquisados. A diferença entre os dois primeiros colocados da pesquisa foi de R$ 7,33.

O Pão de Açúcar fecha esta pesquisa com uma soma de R$ 358,48 e fica em terceiro lugar. Por fim, o Hiper Bompreço fica em último lugar com uma soma de R$ 364,57, dessa forma, apresentando-se como o supermercado mais caro para o consumidor. A diferença entre este supermercado e o primeiro lugar ficou na quantia de R$ 19,00.

 

Fonte: Aline Damasceno e Rhauan Macedo