GM mostra Cruze hatch, que substituirá o Astra em 2012

GM mostra Cruze hatch, que substituirá o Astra em 2012

Linha 2011 da versão europeia do SUV Captiva também aparece.

O estande da Chevrolet no Salão de Paris é enorme, mas sem expressividade. O único carro em destaque que traz linhas diferenciadas é a versão hatch do sedã Cruze, lançado em 2009. O modelo é um protótipo em fase final de desenvolvimento ? o carro será lançado na metade do ano que vem. No Brasil, o Cruze hatch deverá substituir o Astra em 2012, quando também chega na versão sedã. Claro que, para o mercado brasileiro, o modelo sofrerá alterações para reduzir custos.

O Cruze na versão sedã é o carro mais vendido globalmente pela marca. De acordo com o presidente da Chevrolet Europa, Wayne Brannon, as vendas já superaram a do Aveo. Por isso, Brannon aposta tanto no potencial mercadológico da versão cinco portas. A General Motors não divulgou detalhes mecânicos do modelo e nem o preço.



Diferencial estético o modelo tem. Mesmo se tratando de um protótipo, o interior é bem acabado e as linhas acentuadas na carroceria chamam a atenção de longe. Mais esportivo do que a versão sedã, as rodas ganharam novo desenho e faróis e lanternas foram modificados, como pede o segmento. O destaque fica para o porta-malas, com capacidade de 400 litros.

O crossover Orlando, desenvolvido na mesma plataforma do Cruze, é, no entanto, bem diferente. Ainda protótipo, o carro que traz conceito de minivan entra em produção em outubro e deverá concorrer no mercado europeu e canadense no ano que vem com os modelos Mazda 5, Renault Grand Scenic, Citroën C4 Picasso, Volkswagen Sharan e Ford S-Max.

Orlando é o primeiro de sete novos modelos

O Orlando mistura linhas de modelos sul-coreanos ? bem visíveis nos faróis traseiros e dianteiros ? com os traços alongados que têm saído das pranchetas dos designers nos últimos tempos, vistos nitidamente no Range Rover Evoque, por exemplo.

Na soma das tendências, o resultado não agrada muito. As linhas dão uma aparência de "caixote", mais quadradas que as da antiga Caravan. No entanto, por dentro ele tem suas qualidades. O crossover possui sete lugares em três fileiras de assentos ? são 2,76 metros de entreeixos ? e vem equipado com motores 1.8 a gasolina de 141 cv e 2.0 a diesel de 131 cv e, outro, de 163 cv.



Entre os itens de série estão ar-condicionado digital, seis airbags, sistema de áudio com iPod e MP3. No interior, a GM optou por uma iluminação azul para dar um ?clima? de modernidade. ?O Orlando marca o arranque de um plano ambicioso que incluirá o lançamento de sete novos modelos nos próximos 15 meses?, ressaltou o executivo.

Captiva com grade nova

Outros destaques da Chevrolet são o Aveo e o Captiva. Ambos ganharam cara nova e modificações internas. O SUV Captiva tem novo design da dianteira, uma série de melhoramentos no habitáculo ? como a opção de sete lugares ?, novos motores e transmissões, além de tração nas quatro rodas.

chevrolet captiva 2011



O capô tem agora um novo formato e recebeu grade dupla maior com o logotipo da Chevrolet ao centro. O modelo conta ainda com um novo conjunto de faróis e indicadores de direção de LED integrados nos retrovisores externos. As cavas das rodas estão maiores para a acomodação de rodas de 17 a 19 polegadas. Novas cores também estarão disponíveis. Assim, o Captiva fica mais moderno.

Na parte mecânica, o modelo ganha quatro novos motores na Europa, que inclui dois a gasolina (2.4, de 171 cv, e 3.0, de 258 cv) e dois turbodiesel (2.2, um de 163 cv e outro de 184 cv). O lançamento no mercado europeu está agendado para a primavera de 2011.

Fonte: G1 e Folha