Governo tem R$2,5 bi em rendimento de estatais no país,recorde pra março

De acordo com a agência de notícias Reuters, este é o maior valor já visto para meses de março desde 2000

O governo federal recebeu R$ 2,541 bilhões em dividendos de empresas estatais em março, segundo dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi).

De acordo com a agência de notícias Reuters, este é o maior valor já visto para meses de março desde 2000, e deve ajudar na economia do governo para pagar juros da dívida (o chamado superavit primário).

Um ano antes, o rendimento dos dividendos havia somado R$ 767,3 milhões, 70% a menos do que o valor visto no mês passado. Em 2013 todo, as receitas angariadas de estatais somaram R$ 17,142 bilhões, segundo dados do Tesouro Nacional.

Em fevereiro, dividendos e governos regionais ajudaram o setor público consolidado a registrar superavit primário, economia feita para pagamento de juros da dívida, de R$ 2,13 bilhões, ou 1,76% do PIB em 12 meses.

O BNDES tem sido o principal pagador de dividendos à União nos últimos anos, respondendo por mais de 40% do total. Em 2012 foram R$ 12,938 bilhões e, em 2013, R$ 6,999 bilhões, segundo Tesouro Nacional.

A Caixa Econômica Federal, que assim como o BNDES tem apenas a União como controladora, respondeu por cerca de 25% dos dividendos pagos ao governo neste período. No ano passado, o banco teve lucro líquido de R$ 6,7 bilhões, avanço de 19,2% sobre 2012.

O resultado que traz o Siafi sobre março, no entanto, não detalha quais estatais contribuíram com as receitas de dividendos.

Procurado pela agência de notícias Reuters, o Ministério da Fazenda informou, via assessoria de imprensa, que não comenta o assunto.

Fonte: UOL