Importações crescem e saldo comercial cai

Importações crescem 8,5% e saldo comercial cai mais de 30%

As importações brasileiras cresceram 8,5% na segunda semana de setembro ( 7 a 13, com quatro dias úteis) na comparação com o mês de agosto. Com isso, o superavit registrado no mesmo período foi menor do que no mês anterior. Produto importado avança no comércio e preocupa indústria

Crise "empobrece" pauta de exportações e reduz vendas

De acordo com dados da balança comercial divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, as importações somaram US$ 2,19 bilhões, com média diária de R$ 547,8 milhões. Isso representa um aumento de 8,5% em relação à média diária do mês de agosto. Já as exportações ficaram em US$ 2,51 bilhões nesse período --média diária de R$ 629,5 milhões.

Na comparação pela média diária, as exportações na primeira semana foram 0,3% maiores do que a média de agosto. A diferença entre exportações e importações resultou em superavit comercial de US$ 327 milhões (média diária de R$ 81,8 milhões). O resultado é 31,1% menor do que a média diária registrada em todo o mês de agosto e 19,5% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado.

No acumulado do mês, o saldo comercial é superavitário em US$ 807 milhões (média diária de US$ 100,9 milhões). As exportações nas duas primeiras semanas de setembro somaram US$ 5,25 bilhões (média diária de US$ 657 milhões) enquanto as importações ficaram em US$ 4,44 bilhões (média diária de US$ 556,1 milhões).

Ano

No acumulado do ano, a balança comercial apresenta superavit de US$ 20,77 bilhões, com média diária de US$ 119,4 milhões, alta de 14,4% em relação a igual período de 2008. As exportações no ano são de US$ 103,19 bilhões (média diária de US$ 593,1 milhões) e as importações de US$ 82,41 bilhões (média diária de US$ 473,7 milhões).

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br