Inadimplência encerra o mês de abril com uma alta recorde, informa o SPC

O segmento de bancos, seguradoras e planos de saúde foi o setor que mais contribuiu para a alta no número de dívidas

O número de pessoas inadimplentes registradas no banco de dados do SPC Brasil avançou 8,60% em abril ante o mesmo mês no ano passado, uma aceleração recorde, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira.

De acordo com o levantamento, 53,8 milhões de pessoas estavam inadimplentes no mês de abril, aumento de 1,3 milhão (2,14%) ante os 52,5 milhões de endividados em março deste ano. Segundo o SPC Brasil, a alta mensal foi puxada pelos ?novos devedores?, que começaram a atrasar dívidas há menos de seis meses.

O segmento de bancos, seguradoras e planos de saúde foi o setor que mais contribuiu para a alta no número de dívidas, com alta de 4,83%. O segundo maior impacto ficou por conta do avanço do número de dívidas nos setores de telefonia, TV a cabo e internet (5,78%). DPividas com setor de água, luz e gás tiveram o terceiro maio impacto sobre a variação anual, com elevação de 12,38%.

Somente o setor de serviços de contadores, advogados e arquitetos apresentou queda na inadimplência, com variação de -0,15%.

Fonte: Terra